Pergunta à Comissão: Processos de infração - Diretiva 2010/63/UE - investigação de alegadas práticas cruéis e ilegais no Laboratório LPT da Baixa Saxónia

Pergunta à Comissão: Processos de infração - Diretiva 2010/63/UE - investigação de alegadas práticas cruéis e ilegais no Laboratório LPT da Baixa Saxónia

  • Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta de Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e a respetiva resposta sobre oo processos de infração da Diretiva 2010/63/UE e da investigação de alegadas práticas cruéis e ilegais no Laboratório LPT da Baixa Saxónia.

Assunto: Processos de infração - Diretiva 2010/63/UE - investigação de alegadas práticas cruéis e ilegais no Laboratório LPT da Baixa Saxónia

A 10 de setembro de 2018, Keith Taylor (Verdes/ALE) apresentou uma pergunta (E-004591/2018) sobre os processos de infração da Comissão contra dez Estados-Membros relacionados com a transposição da Diretiva 2010/63/UE para as legislações nacionais; e a 16 de julho de 2018, Martin Häusling (Verdes/ ALE) apresentou outra pergunta (E-003938/2018), questionando como pretendia a Comissão proceder em relação às queixas sobre a transposição incorreta da Diretiva 2010/63/UE no caso específico da Alemanha. Considerando estes pressupostos: 

Irá a Comissão fornecer uma descrição detalhada das atuais queixas recebidas contra os Estados-Membros no que diz respeito à transposição da Diretiva 2010/63/UE e uma atualização do estado dos processos de infração de cada Estado-Membro? 

À luz das revelações chocantes da investigação levada a cabo pela Cruelty Free International e SOKO Tierschutz nas instalações do laboratório de testes em animais da LPT na Baixa Saxónia, Alemanha, confirmará a Comissão que o laboratório violou a Diretiva 2010/63/UE e concordará que essas violações foram, pelo menos em parte, resultantes de uma transposição incorreta da Diretiva 2010/63/UE por parte da Alemanha?

Tencionará a Comissão intervir para garantir que sejam tomadas medidas contra este laboratório em particular e para assegurar o PE de que tais abusos não estão a ocorrer noutros Estados-Membro?

 

Resposta escrita

 

Com base no relatório da Cruelty Free International e do SOKO Tierschutz, os descritos atos de crueldade para com os animais de laboratório cometidos pelo Laboratório de Farmacologia e de Toxicologia (LPT) parecem violar a Diretiva 2010/63/UE(1). Com efeito, o artigo 4.°, n.° 3, desta diretiva prevê obrigações de tratamento e prestação de cuidados.

Além disso, o artigo 34.° da diretiva prevê a obrigação de os Estados-Membros realizarem inspeções periódicas para verificar o cumprimento dos requisitos da diretiva. De acordo com o inquérito, o laboratório LPT foi inspecionado quatro vezes desde 2018, sem que tenha sido identificada qualquer violação.

Antes de estes atos se terem revelado, a Comissão tinha iniciado, em 19 de julho de 2018, um procedimento de infração contra a Alemanha por não conformidade da legislação nacional de transposição com a diretiva. Em julho de 2019, foi enviado um parecer fundamentado ao Governo alemão. A Comissão recebeu uma resposta em setembro de 2019, que está atualmente a ser avaliada. 

À luz do relatório das organizações não governamentais sobre o LPT, os serviços da Comissão manifestaram a sua preocupação e pediram esclarecimentos adicionais sobre as medidas que as autoridades alemãs tencionam tomar sobre o assunto. 

Entretanto, os meios de comunicação social alemães anunciaram o encerramento do laboratório e uma investigação do Ministério Público Federal.

No total, a Comissão lançou quinze procedimentos de infração por não conformidade contra diferentes Estados-Membros — três foram encerrados posteriormente depois de os Estados‐Membros terem corrigido o problema no respetivo direito nacional. 

(1)  Diretiva 2010/63/UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 22 de setembro de 2010, relativa à proteção dos animais utilizados para fins científicos (texto relevante para efeitos do EEE),

https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/?uri=CELEX:02010L0063-20190626


Partilhar artigo

A ler também...

Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais
  • Animais
  • Presidência do Conselho da UE
  • Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou ontem a Ministra da Agricultura de Portugal, Maria do Céu Antunes, sobre o compromisso da Presidência Portuguesa no Conselho da União Europeia (PPUE) no que diz respeito ao bem-estar dos animais durante o Transporte.
    LER MAIS
    Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS
    Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva
  • Ambiente
  • Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva

    Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro pede à UNESCO que impeça a intenção de pavimentar quase 10 quilómetros na floresta Laurissilva.
    LER MAIS
    Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol
  • Igualdade de género
  • Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol

    Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2021
    Vários eurodeputados expressaram uma forte preocupação com a realização do Campeonato Mundial de Futebol de 2022 no Qatar, nomeadamente, devido às restrições aos direitos das mulheres aplicadas neste país.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro e 64 outros eurodeputados apelam à suspensão do Acordo comercial com o Mercosul
  • Acordos comerciais
  • Francisco Guerreiro e 64 outros eurodeputados apelam à suspensão do Acordo comercial com o Mercosul

    Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro reuniu outros 64 eurodeputados para pedir a suspensão do Acordo Comercial com o Mercosul durante a Presidência Portuguesa da União Europeia.
    LER MAIS
    Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares
  • Saúde
  • Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares

    Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
    Sob iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE), Membros do Parlamento Europeu querem acabar com o uso indevido da palavra ‘natural’ em produtos alimentares, pedindo à Comissão Europeia (CE) que a legislação alimentar da União Europeia defina o que pode ser considerado como um alimento ‘natural’.
    LER MAIS
    Verdes apelam ao acesso global e equitativo das vacinas da Covid-19
  • Covid-19
  • Saúde
  • Sessão Plenária
  • Verdes/ALE
  • Verdes apelam ao acesso global e equitativo das vacinas da Covid-19

    Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
    O Grupo Parlamentar Verdes/ALE pede um acesso global e equitativo à vacina da Covid-19, um aumento massivo e apoio governamental para a sua produção, uma estratégia de contenção europeia, levantamento temporário de direitos de patentes, divulgação de contratos com fabricantes de vacinas e sistemas europeus procedimentos abrangentes para testar as mutações do vírus. Tudo com carácter de urgência.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?