Pergunta à Comissão: Experiências com animais: ensaios em países terceiros

Pergunta à Comissão: Experiências com animais: ensaios em países terceiros

  • Sexta-feira, 24 de Abril de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta do Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e respetiva resposta sobre experiências com animais e ensaios em países terceiros.

Assunto: Experiências com animais: ensaios em países terceiros

Segundo o relatório de 2019, publicado em 5 de fevereiro de 2020, sobre os dados estatísticos relativos à utilização de animais para fins científicos nos Estados-Membros da União Europeia, entre 2015 e 2017, realizou-se um total de 82 895 ensaios para preencher os requisitos da legislação de países terceiros, entre os quais 20 868 em coelhos (20 % de todos os ensaios regulamentares foram realizados em coelhos durante o período referido), 5 180 em porquinhos-da-índia, 46 em cães e 45 em primatas.

Poderá a Comissão confirmar se em algum dos ensaios em que se utilizaram coelhos foram testadas a pirogenicidade, irritações cutâneas ou oculares, havendo alternativas na UE que não envolvem animais?

Poderá explicar o porquê de se recorrer a animais para satisfazer requisitos legislativos de países terceiros, quando existe um método alternativo reconhecido na legislação da UE, bem como o que tem feito para prevenir que tal aconteça?

 

Resposta escrita

 

Dos 20 686 casos de utilização de coelhos em 2017 para preencher os requisitos regulamentares de países terceiros, 9 703 envolveram ensaios de pirogenicidade, 108 ensaios de irritação/corrosão ocular e 483 ensaios de irritação/corrosão cutânea.

A Diretiva 2010/63/UE(1) não estabelece qualquer distinção entre os ensaios destinados a preencher os requisitos regulamentares da UE e de países terceiros. Uma vez reconhecido ao abrigo da legislação da União outro método ou estratégia de ensaio para obter os resultados pretendidos que não implique a utilização de animais vivos, deixam de se poder utilizar procedimentos com animais. A diretiva foi transposta para as legislações nacionais e os Estados-Membros são responsáveis pela sua aplicação.

Em alguns casos, como acontece com a corrosão/irritação cutânea/ocular, os métodos alternativos têm limitações quanto aos efeitos que podem prever, o que faz com que não sejam adequados para o ensaio de determinadas substâncias ou aplicações. Alguns resultados em relação aos olhos podem ser inconclusivos e exigir estudos de confirmação in vivo, enquanto certos domínios de regulamentação (p. ex.: os dispositivos médicos) ainda exigem ensaios com animais. Antes que um produto biológico possa ser utilizado, é necessária, por razões regulamentares, uma validação bem sucedida da adequação do método alternativo no que respeita ao produto em causa. É o caso dos ensaios de pirogenicidade in vitro. 

As limitações acima descritas poderão explicar em parte que se continuem a utilizar animais para esses fins.

A Comissão tem vindo a recordar repetidamente aos Estados-Membros as obrigações jurídicas que lhes incumbem. Foram emitidas orientações adicionais e é incentivada a colaboração entre as autoridades regulamentares. Alguns Estados-Membros estão a tomar medidas específicas para melhorar a situação. A Comissão discutiu também estas questões com a Agência Europeia dos Produtos Químicos (ECHA), que, no contexto dos ensaios realizados ao abrigo do regulamento relativo ao registo, avaliação, autorização e restrição dos produtos químicos(2) e no quadro da verificação da exaustividade dos processos de registo desses mesmos produtos químicos, exige que a utilização de animais seja justificada, quando ocorra.

 

(1)       Artigo 13.°, n.° 1, da Diretiva 2010/63/UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 22 de setembro de 2010, relativa à proteção dos animais utilizados para fins científicos, JO L 276 de 20.10.2010, p. 33.

(2)       Regulamento (CE) n.° 1907/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 18 de dezembro de 2006, relativo ao registo, avaliação, autorização e restrição dos produtos químicos (REACH), JO L 396 de 30.12.2006.


Partilhar artigo

A ler também...

Eurodeputados e deputados juntos no apelo à amnistia para os cidadãos catalães
  • Direitos Humanos
  • Justiça
  • Eurodeputados e deputados juntos no apelo à amnistia para os cidadãos catalães

    Quinta-feira, 29 de Abril de 2021
    No seguimento da condenação de 12 políticos catalães em outubro de 2017, mais de 250 eurodeputados e deputados de vários países apelam o governo espanhol a promover uma amnistia para os cidadãos catalães.
    LER MAIS
    Eurodeputados apelam a processo de infração contra a Polónia no caso da mina de lignite
  • Ambiente
  • Eurodeputados apelam a processo de infração contra a Polónia no caso da mina de lignite

    Quinta-feira, 29 de Abril de 2021
    Membros do Parlamento Europeu apelaram à Comissão Europeia que inicie um processo de infração contra a Polónia no caso da mina de lignite em Turów, na fronteira com a República Checa e a Alemanha.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro participa na 'New Food Conference'
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Francisco Guerreiro participa na 'New Food Conference'

    Quinta-feira, 29 de Abril de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro participou hoje no evento ‘New Food Conference’ organizado pela Proveg International cujo tema de discussão foi “Quando a rotulagem de produtos à base de plantas se torna censura? Como a mudança de política afeta as oportunidades dos produtos à base de plantas”.
    LER MAIS
    Webinar: A Europa Verde: a transição climática
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Webinar: A Europa Verde: a transição climática

    Quinta-feira, 29 de Abril de 2021

    LER MAIS
    Eurodeputados apelam à implementação do rótulo nutricional ‘Nutri-Score’
  • Saúde
  • Eurodeputados apelam à implementação do rótulo nutricional ‘Nutri-Score’

    Quinta-feira, 29 de Abril de 2021
    Um grupo de eurodeputados juntou-se ao apelo dos cientistas para implementar o rótulo nutricional Nutri-Score na União Europeia (UE).
    LER MAIS
    Eurodeputados voltam a insistir na definição do termo ‘natural’ em produtos alimentares
  • Pacto Ecológico Europeu
  • Saúde
  • Eurodeputados voltam a insistir na definição do termo ‘natural’ em produtos alimentares

    Quarta-feira, 28 de Abril de 2021
    Sob iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro, um grupo de mais de 30 Membros do Parlamento Europeu de várias famílias políticas subscreveu a um apelo à Comissão Europeia para que defina o uso do termo ‘natural’ em produtos alimentares.
    LER MAIS
    Eurodeputados pedem que parlamentares checos aprovem igualdade no casamento
  • LGBTI
  • Eurodeputados pedem que parlamentares checos aprovem igualdade no casamento

    Quarta-feira, 28 de Abril de 2021
    Membros do intergrupo LGBTI do Parlamento Europeu enviaram uma carta aos deputados da República Checa na qual manifestam o seu apoio ao projeto de lei sobre a igualdade no casamento e apelam à aprovação do texto durante a sessão de votos que decorrerá esta semana.
    LER MAIS
    Sessão plenária: Plano plurianual do atum-rabilho no Atlântico Este e no Mediterrâneo
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Economia
  • Sessão Plenária
  • Verdes/ALE
  • Sessão plenária: Plano plurianual do atum-rabilho no Atlântico Este e no Mediterrâneo

    Quarta-feira, 28 de Abril de 2021
    Vê aqui as declarações de voto de Francisco Guerreiro para a sessão plenária de 26 e 29 de abril de 2021.
    LER MAIS
    Sessão plenária: Certificado Verde Digital - cidadãos da União
  • Covid-19
  • Sessão Plenária
  • Sessão plenária: Certificado Verde Digital - cidadãos da União

    Quarta-feira, 28 de Abril de 2021
    Vê aqui as declarações de voto de Francisco Guerreiro para a sessão plenária de 26 e 29 de abril de 2021.
    LER MAIS
    Sessão plenária: Certificado Verde Digital - nacionais de países terceiros
  • Covid-19
  • Sessão Plenária
  • Sessão plenária: Certificado Verde Digital - nacionais de países terceiros

    Quarta-feira, 28 de Abril de 2021
    Vê aqui as declarações de voto de Francisco Guerreiro para a sessão plenária de 26 e 29 de abril de 2021.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?