Pergunta à Comissão: COVID-19 - O importante papel da CE na advertência e condenação de práticas de nações terceiras que têm repercussões transnacionais negativas

Pergunta à Comissão: COVID-19 - O importante papel da CE na advertência e condenação de práticas de nações terceiras que têm repercussões transnacionais negativas

  • Quinta-feira, 19 de Março de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta do Francisco Guerreiro à Comissão Europeia (CE) e respetiva resposta sobre o COVID-19 e o papel desta instituição na advertência e condenação de práticas de nações terceiras que têm repercussões transnacionais negativas.

Assunto: COVID-19 - O importante papel da CE na advertência e condenação de práticas de nações terceiras que têm repercussões transnacionais negativas 

Supõe-se que o vírus Covid-19 terá tido origem nos característicos mercados de animais exóticos de Wuhan (China), onde animais das mais variadas espécies, mortos ou vivos, são mantidos em condições altamente favoráveis à propagação de doenças. Estes mercados contradizem as normas de saúde, higiene e bem-estar aplicáveis aos seres humanos e aos animais recomendadas por instituições oficiais, como a OMS e a OIE.

Tendo em conta que este não é o primeiro surto patológico mundial das últimas décadas que se calcula ter origem neste tipo de mercados, continuará a Comissão a abster-se de interferir de uma forma ativa e crítica em assuntos que remetem para sensibilidades culturais de determinadas nações, mas que têm óbvias repercussões transnacionais negativas para a saúde e o bem-estar humanos?

Tendo em conta que está em causa a segurança e a estabilidade da UE, planeia a Comissão advertir a China para a necessidade de impor normas de higiene e segurança alimentares eficazes e banir o comércio de animais exóticos? 

Irá a Comissão interpelar e condenar o governo Chinês por alegadamente não informar as entidades internacionais sobre a ocorrência do surto logo nas primeiras semanas, quando já se registava um elevado número de infetados, e condenar tal ação, caso se comprove verdadeira?

 

Resposta escrita 

As autoridades chinesas e a comunidade científica internacional não podem ainda confirmar a origem da COVID-19. De acordo com as informações recebidas das autoridades chinesas, a China encerrou muitos dos mercados de animais vivos, nomeadamente em Wuhan e nas zonas vizinhas, e tomou medidas para proibir o comércio e o consumo de animais selvagens. A UE não importa animais vivos provenientes da China, com exceção dos peixes ornamentais. 

No que diz respeito aos géneros alimentícios de origem animal, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) desaconselham a aplicação de restrições comerciais com base nas informações disponíveis(1). A Autoridade Europeia para a segurança dos Alimentos realizou uma avaliação de risco pormenorizada que chegou à mesma conclusão(2). Não há provas de que a COVID-19 possa ser transmitida pelos alimentos. 

Os regulamentos internacionais em matéria de saúde juridicamente vinculativos (2005) obrigam os países a comunicar à OMS os eventos de saúde pública imprevistos ou inabituais, bem como todos os eventos no seu território suscetíveis de constituir uma emergência de saúde pública de âmbito internacional(3). 

A Comissão continuará a cooperar estreitamente com a OMS, a OIE e demais parceiros, incluindo a China, a fim de partilhar informações científicas sobre a origem e a propagação da COVID-19 e as melhores práticas para a controlar.

(1)       https://www.oie.int/en/scientific-expertise/specific-information-and-recommendations/questions-and-answers-on-2019novel-coronavirus/

(2)       https://www.efsa.europa.eu/en/news/coronavirus-no-evidence-food-source-or-transmission-route

(3)       https://www.who.int/ihr/publications/9789241580496/en/


Partilhar artigo

A ler também...

Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS
    Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva
  • Ambiente
  • Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva

    Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro pede à UNESCO que impeça a intenção de pavimentar quase 10 quilómetros na floresta Laurissilva.
    LER MAIS
    Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol
  • Igualdade de género
  • Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol

    Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2021
    Vários eurodeputados expressaram uma forte preocupação com a realização do Campeonato Mundial de Futebol de 2022 no Qatar, nomeadamente, devido às restrições aos direitos das mulheres aplicadas neste país.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro e 64 outros eurodeputados apelam à suspensão do Acordo comercial com o Mercosul
  • Acordos comerciais
  • Francisco Guerreiro e 64 outros eurodeputados apelam à suspensão do Acordo comercial com o Mercosul

    Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro reuniu outros 64 eurodeputados para pedir a suspensão do Acordo Comercial com o Mercosul durante a Presidência Portuguesa da União Europeia.
    LER MAIS
    Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares
  • Saúde
  • Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares

    Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
    Sob iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE), Membros do Parlamento Europeu querem acabar com o uso indevido da palavra ‘natural’ em produtos alimentares, pedindo à Comissão Europeia (CE) que a legislação alimentar da União Europeia defina o que pode ser considerado como um alimento ‘natural’.
    LER MAIS
    Verdes apelam ao acesso global e equitativo das vacinas da Covid-19
  • Covid-19
  • Saúde
  • Sessão Plenária
  • Verdes/ALE
  • Verdes apelam ao acesso global e equitativo das vacinas da Covid-19

    Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
    O Grupo Parlamentar Verdes/ALE pede um acesso global e equitativo à vacina da Covid-19, um aumento massivo e apoio governamental para a sua produção, uma estratégia de contenção europeia, levantamento temporário de direitos de patentes, divulgação de contratos com fabricantes de vacinas e sistemas europeus procedimentos abrangentes para testar as mutações do vírus. Tudo com carácter de urgência.
    LER MAIS
    Fim da exploração de petróleo e gás offshore na UE
  • Ambiente
  • Fim da exploração de petróleo e gás offshore na UE

    Segunda-feira, 08 de Fevereiro de 2021
    Membros do Parlamento Europeu, entre os quais Francisco Guerreiro (Verdes/ALE), exortam a Comissão Europeia a rever da Diretiva de Segurança Offshore, nomeadamente, no sentido de responsabilizar os Estados-Membros por acidentes offshore.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?