Pergunta à CE: Investimentos da UE nos locais de interesse cultural: ausência de um quadro estratégico funcional, coordenado, claro e autossustentável para o setor

Pergunta à CE: Investimentos da UE nos locais de interesse cultural: ausência de um quadro estratégico funcional, coordenado, claro e autossustentável para o setor

  • Segunda-feira, 27 de Abril de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta do Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e respetiva resposta sobre os investimentos da UE nos locais de interesse cultural.

Assunto: Investimentos da UE nos locais de interesse cultural: ausência de um quadro estratégico funcional, coordenado, claro e autossustentável para o setor 

O património cultural é um aspeto determinante para os Estados-Membros. Neste contexto, a UE tem o papel de incentivar a cooperação e apoiar ou implementar as suas ações correspondentes.

No entanto, o Relatório Especial n.º 08/2020 do Tribunal de Contas Europeu conclui que os investimentos da UE nos locais de interesse cultural requerem mais atenção e coordenação para cumprir o seu objetivo. 

O relatório salienta que o acompanhamento dos objetivos estabelecidos na Agenda para a Cultura da Comissão não é suficientemente desenvolvido e que a Agenda da Comissão não é tida em consideração nos principais fundos da UE que financiam o setor. Além disso, indica que o montante total despendido pela UE nos investimentos em locais de interesse cultural não é objeto de acompanhamento específico (ausência de indicadores/objetivos intermédios), o que é preocupante.

O relatório sugere também que a UE deverá diminuir a dependência dos Estados-Membros em relação aos subsídios públicos, por exemplo, favorecendo o financiamento, no âmbito do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), de projetos que incluam planos para melhorar a autossustentabilidade financeira dos locais de interesse cultural.

A Comissão tenciona melhorar o financiamento e o atual quadro estratégico para a cultura, por exemplo, estabelecendo objetivos e indicadores claros no próximo Plano de Trabalho para a Cultura? 

A Comissão tem planos para reforçar a autonomia financeira dos locais de interesse cultural nacionais financiados pelo FEDER?

 

Resposta escrita

 

As competências da UE no domínio da cultura são «levar a cabo ações destinadas a apoiar, coordenar ou completar a ação dos Estados-Membros». A Comissão considera o Relatório Especial n.° 8/2020 do Tribunal de Contas Europeu um contributo útil para as reflexões sobre a forma de melhorar o trabalho sobre os investimentos da UE nos locais de interesse cultural. Aceitou todas as recomendações do relatório e já começou a trabalhar sobre elas. Neste contexto, e tendo em conta o princípio da subsidiariedade, a Comissão pondera propor aos Estados-Membros que abordem a primeira recomendação do Tribunal — melhorar o atual quadro estratégico da cultura no âmbito dos Tratados — durante as negociações do próximo Plano de Trabalho para a Cultura no Conselho, que provavelmente terá lugar em 2022. 

A seleção das operações apoiadas pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e a monitorização da durabilidade dos resultados do investimento são da responsabilidade dos Estados-Membros. Em conformidade com a proposta da Comissão relativa ao novo Regulamento Disposições Comuns(1), as autoridades de gestão devem verificar, aquando da seleção dos projetos, que os beneficiários dispõem dos recursos financeiros e dos mecanismos necessários para suportar os custos de exploração e manutenção. 

O Plano de Trabalho para a Cultura 2019-2022 baseia-se na dinâmica criada pelo Ano Europeu do Património Cultural 2018. Neste contexto, a Presidência portuguesa tenciona organizar, em janeiro de 2021, um seminário sobre o financiamento alternativo para o património cultural, como as parcerias público-privadas, a utilização de fundos de lotaria, o crédito fiscal para doações ou a filantropia. A fim de fomentar a sustentabilidade económica do património cultural, esta ação visa identificar novas fontes de financiamento e boas práticas que sejam transferíveis.

 

(1)       COM(2018) 075 final.


Partilhar artigo

A ler também...

Francisco Guerreiro questiona Comissão sobre o fim das episiotomias
  • Saúde
  • Francisco Guerreiro questiona Comissão sobre o fim das episiotomias

    Segunda-feira, 08 de Março de 2021
    Tendo em vista as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que desaconselha por completo a realização de episiotomias, eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou hoje a Comissão Europeia (CE) sobre o fim desta prática.
    LER MAIS
    Ação climática trará mais de um milhão de novos empregos
  • Alterações Climáticas
  • Verdes/ALE
  • Ação climática trará mais de um milhão de novos empregos

    Sexta-feira, 05 de Março de 2021
    Segundo um estudo a pedido do grupo político dos Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), poderia haver mais de um milhão de novos empregos nos setores da energia renovável e e-mobilidade, se a meta de redução de emissões em 60 % for cumprida.
    LER MAIS
    Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova
  • Ambiente
  • Turismo
  • Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova

    Terça-feira, 02 de Março de 2021
    A importância da Ecologia no Turismo e Restauração foi o tema que motivou a conversa entre o eurodeputado Francisco Guerreiro (verdes/ALE) e alunos do 11º ano, da Escola Profissional Beira Aguieira, em Penacova, oriundos de PALOPS.
    LER MAIS
    Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia

    Segunda-feira, 01 de Março de 2021
    Membros do Parlamento Europeu apelaram hoje ao Governo e ao Congresso brasileiro que leve a cabo acções contra a desflorestação da Amazónia, uma iniciativa que decorreu por iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) e da Organização Não-Governamental Humanium.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais
  • Animais
  • Presidência do Conselho da UE
  • Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou ontem a Ministra da Agricultura de Portugal, Maria do Céu Antunes, sobre o compromisso da Presidência Portuguesa no Conselho da União Europeia (PPUE) no que diz respeito ao bem-estar dos animais durante o Transporte.
    LER MAIS
    PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Política Agrícola Comum
  • Verdes/ALE
  • PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    Enquanto as instituições europeias negociam a Política Agrícola Comum para os anos 2021-27, o grupo dos Verdes/ALE, por iniciativa dos seus membros da Comissão do Controlo Orçamental, publica um relatório sobre os abusos relativos à utilização de fundos da Política Agrícola Comum na Europa Oriental.
    LER MAIS
    Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?