Pergunta à CE: Investimentos da UE nos locais de interesse cultural: ausência de um quadro estratégico funcional, coordenado, claro e autossustentável para o setor

Pergunta à CE: Investimentos da UE nos locais de interesse cultural: ausência de um quadro estratégico funcional, coordenado, claro e autossustentável para o setor

  • Segunda-feira, 27 de Abril de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta do Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e respetiva resposta sobre os investimentos da UE nos locais de interesse cultural.

Assunto: Investimentos da UE nos locais de interesse cultural: ausência de um quadro estratégico funcional, coordenado, claro e autossustentável para o setor 

O património cultural é um aspeto determinante para os Estados-Membros. Neste contexto, a UE tem o papel de incentivar a cooperação e apoiar ou implementar as suas ações correspondentes.

No entanto, o Relatório Especial n.º 08/2020 do Tribunal de Contas Europeu conclui que os investimentos da UE nos locais de interesse cultural requerem mais atenção e coordenação para cumprir o seu objetivo. 

O relatório salienta que o acompanhamento dos objetivos estabelecidos na Agenda para a Cultura da Comissão não é suficientemente desenvolvido e que a Agenda da Comissão não é tida em consideração nos principais fundos da UE que financiam o setor. Além disso, indica que o montante total despendido pela UE nos investimentos em locais de interesse cultural não é objeto de acompanhamento específico (ausência de indicadores/objetivos intermédios), o que é preocupante.

O relatório sugere também que a UE deverá diminuir a dependência dos Estados-Membros em relação aos subsídios públicos, por exemplo, favorecendo o financiamento, no âmbito do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), de projetos que incluam planos para melhorar a autossustentabilidade financeira dos locais de interesse cultural.

A Comissão tenciona melhorar o financiamento e o atual quadro estratégico para a cultura, por exemplo, estabelecendo objetivos e indicadores claros no próximo Plano de Trabalho para a Cultura? 

A Comissão tem planos para reforçar a autonomia financeira dos locais de interesse cultural nacionais financiados pelo FEDER?

 

Resposta escrita

 

As competências da UE no domínio da cultura são «levar a cabo ações destinadas a apoiar, coordenar ou completar a ação dos Estados-Membros». A Comissão considera o Relatório Especial n.° 8/2020 do Tribunal de Contas Europeu um contributo útil para as reflexões sobre a forma de melhorar o trabalho sobre os investimentos da UE nos locais de interesse cultural. Aceitou todas as recomendações do relatório e já começou a trabalhar sobre elas. Neste contexto, e tendo em conta o princípio da subsidiariedade, a Comissão pondera propor aos Estados-Membros que abordem a primeira recomendação do Tribunal — melhorar o atual quadro estratégico da cultura no âmbito dos Tratados — durante as negociações do próximo Plano de Trabalho para a Cultura no Conselho, que provavelmente terá lugar em 2022. 

A seleção das operações apoiadas pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e a monitorização da durabilidade dos resultados do investimento são da responsabilidade dos Estados-Membros. Em conformidade com a proposta da Comissão relativa ao novo Regulamento Disposições Comuns(1), as autoridades de gestão devem verificar, aquando da seleção dos projetos, que os beneficiários dispõem dos recursos financeiros e dos mecanismos necessários para suportar os custos de exploração e manutenção. 

O Plano de Trabalho para a Cultura 2019-2022 baseia-se na dinâmica criada pelo Ano Europeu do Património Cultural 2018. Neste contexto, a Presidência portuguesa tenciona organizar, em janeiro de 2021, um seminário sobre o financiamento alternativo para o património cultural, como as parcerias público-privadas, a utilização de fundos de lotaria, o crédito fiscal para doações ou a filantropia. A fim de fomentar a sustentabilidade económica do património cultural, esta ação visa identificar novas fontes de financiamento e boas práticas que sejam transferíveis.

 

(1)       COM(2018) 075 final.


Partilhar artigo

A ler também...

Francisco Guerreiro participa no 45º pequeno almoço para a sustentabilidade no Instituto Jacques Delors
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Francisco Guerreiro participa no 45º pequeno almoço para a sustentabilidade no Instituto Jacques Delors

    Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
    Na manhã de terça-feira, dia 20, o Eurodeputado Francisco Guerreiro foi um dos oradores do 45º pequeno-almoço da Sustentabilidade.
    LER MAIS
    Planet Farms: Francisco Guerreiro organiza Conferência de Tecnologia para Agricultura
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Ambiente
  • Planet Farms: Francisco Guerreiro organiza Conferência de Tecnologia para Agricultura

    Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
    Na manhã de terça-feira, 21 de fevereiro, o Eurodeputado Francisco Guerreiro foi um dos oradores da primeira "Conferência de Tecnologia para Agricultura: Como a inovação tecnológica - como a agricultura em ambiente controlado - pode atender aos desafios agrícolas de hoje?.
    LER MAIS
    A recente decisão da Noruega de fazer avançar a exploração mineira dos fundos marinhos no Ártico
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Sessão Plenária
  • A recente decisão da Noruega de fazer avançar a exploração mineira dos fundos marinhos no Ártico

    Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024

    LER MAIS
    As prioridades da UE para a 68.ª sessão da Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher
  • Sessão Plenária
  • As prioridades da UE para a 68.ª sessão da Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher

    Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024

    LER MAIS
    Relatório de execução sobre a Estratégia da UE para a Igualdade de Tratamento das Pessoas LGBTIQ 2020-2025
  • Sessão Plenária
  • Relatório de execução sobre a Estratégia da UE para a Igualdade de Tratamento das Pessoas LGBTIQ 2020-2025

    Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024

    LER MAIS
    Alteração do Regulamento que estabelece medidas de gestão, de conservação e de controlo aplicáveis na zona da Convenção CICTA e do Regulamento que estabelece um plano de gestão plurianual do atum-rabilho no Atlântico Este e no Mediterrâneo
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Sessão Plenária
  • Alteração do Regulamento que estabelece medidas de gestão, de conservação e de controlo aplicáveis na zona da Convenção CICTA e do Regulamento que estabelece um plano de gestão plurianual do atum-rabilho no Atlântico Este e no Mediterrâneo

    Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2024

    LER MAIS
    Medidas para um elevado nível de interoperabilidade do setor público em toda a União (Regulamento Europa Interoperável)
  • Políticas Europeias
  • Medidas para um elevado nível de interoperabilidade do setor público em toda a União (Regulamento Europa Interoperável)

    Segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2024

    LER MAIS
    70 Eurodeputados preocupados com a crise ambiental na costa galega devido ao derrame de micro pellets
  • Ambiente
  • 70 Eurodeputados preocupados com a crise ambiental na costa galega devido ao derrame de micro pellets

    Terça-feira, 30 de Janeiro de 2024
    70 deputados do Parlamento Europeu, incluindo Francisco Guerreiro, enviaram uma carta à Comissão Euroupeia a expressar a preocupação coletiva sobre a crise ambiental na costa galega devido ao derrame de micro pellets de plástico.
    LER MAIS
    Documentário produzido pelo eurodeputado Francisco Guerreiro nomeado para melhor filme português do ano no Fantasporto 2024
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Animais
  • Documentário produzido pelo eurodeputado Francisco Guerreiro nomeado para melhor filme português do ano no Fantasporto 2024

    Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2024
    A primeira longa-metragem nacional sobre alimentação plant-based é um dos destaques na 44ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto, cujos vencedores serão conhecidos no próximo dia 9 de março
    LER MAIS
    O impacto da pesca ilegal na segurança alimentar: o papel da União Europeia
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Sessão Plenária
  • O impacto da pesca ilegal na segurança alimentar: o papel da União Europeia

    Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2024

    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?