Pergunta à CE: Dinheiro poupado pelos Estados-Membros na aquisição de vacinas em resposta à pandemia

Pergunta à CE: Dinheiro poupado pelos Estados-Membros na aquisição de vacinas em resposta à pandemia

  • Terça-feira, 02 de Março de 2021

  •      A+  A-

Assunto: Dinheiro poupado pelos Estados-Membros na aquisição de vacinas em resposta à pandemia

A Comissão Europeia respondeu de forma célere à pandemia que teima em assolar o mundo, a qual impôs uma crise sanitária, social e económica, por via da contratualização referente à aquisição de várias vacinas, corporizada em centenas de milhões de doses, com o escopo de assegurar a correspondente proteção a todos os cidadãos dos Estados-Membros da União Europeia (UE), sendo a respetiva divisão efetivada de forma proporcional com base na população destes países. 

Até ao presente, foram firmados contratos para aquisição de vacinas com seis farmacêuticas - Pfizer/BioNTech; AstraZeneca/Oxford; Johnson & Johnson; Sanofi-GSK; Moderna e CureVac, constituindo ainda uma possibilidade o aditamento a esta panóplia de entidades um acordo com a Novavax. 

A título complementar, enfatiza-se que a vacina da Pfizer/BioNTech já está a ser administrada em vários países e que a vacina da AstraZeneca/Oxford foi aprovada pelo Reino Unido, encontrando-se em vias de aprovação pelo regulador europeu. 

A celeridade e justiça impressas nesta resposta demonstra os incomensuráveis benefícios da inserção de um país no quadro europeu.

Face ao supra exposto, questionamos a Comissão se tem dados discriminados por país referentes aos custos absorvidos pela UE e não imputados a cada um dos Estados-Membros com a aquisição das vacinas?

 

Resposta da CE

 

A Comissão adotou uma estratégia da UE para as vacinas contra a COVID-19 e decidiu financiar uma parte dos custos iniciais dos produtores de vacinas através do Instrumento de Apoio de Emergência («IAE»). A Comissão disponibilizou uma parte significativa dos 2,7 mil milhões de EUR dos fundos do IAE para este efeito. O objetivo comum é obter uma vasta carteira de vacinas candidatas com diferentes abordagens tecnológicas, para que as probabilidades de êxito da vacina contra a COVID-19 sejam as maiores possíveis. 

Este financiamento será considerado um adiantamento por conta das vacinas que serão efetivamente compradas pelos Estados-Membros. As condições relativas à utilização dos fundos do IAE e à apresentação de relatórios sobre as despesas efetivas foram incluídas nos contratos com os fabricantes. No entanto, as informações específicas sobre os contratos, as informações financeiras e as disposições em matéria de apresentação de relatórios são protegidas por razões de confidencialidade, o que se justifica pela natureza altamente competitiva deste mercado global. A divulgação de informações empresariais sensíveis comprometeria igualmente o processo de concurso e afetaria significativamente a capacidade da Comissão de desempenhar as suas funções, tal como estabelecidas nos instrumentos jurídicos que constituem a base das negociações. Com o acordo das empresas, a Comissão está a disponibilizar contratos gradualmente(1). As informações sobre a estratégia para as vacinas contra a COVID-19 também estão disponíveis no sítio Europa(2).

 

(1)     https://ec.europa.eu/info/files/curevac-redacted-advance-purchase-agreement_en

(2)     https://ec.europa.eu/info/live-work-travel-eu/coronavirus-response/public-health/coronavirus-vaccines-strategy_pt

 


Partilhar artigo

A ler também...

Membros do Parlamento Europeu apelam a uma melhor proteção contra a vigilância de massa
  • Inteligência Artificial
  • Membros do Parlamento Europeu apelam a uma melhor proteção contra a vigilância de massa

    Quinta-feira, 15 de Abril de 2021
    Vários eurodeputados, entre os quais Francisco Guerreiro (Verdes/ALE), pedem à Comissão Europeia que assegure uma melhor proteção contra a vigilância biométrica e por Inteligência Artificial (IA).
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro apoia revalorização de Veneza através do Plano de Recuperação e Resiliência
  • Ambiente
  • Francisco Guerreiro apoia revalorização de Veneza através do Plano de Recuperação e Resiliência

    Quarta-feira, 14 de Abril de 2021
    Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) juntou-se ao apelo de várias Organizações Não-Governamentais e outros eurodeputados para que seja apresentado um projeto europeu de recuperação da cidade de Veneza, através do Plano de Recuperação e Resiliência.
    LER MAIS
    Diálogo FAO Bruxelas/PPUE: Fortalecimento dos sistemas alimentares centrados na agricultura familiar
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Presidência do Conselho da UE
  • Diálogo FAO Bruxelas/PPUE: Fortalecimento dos sistemas alimentares centrados na agricultura familiar

    Quarta-feira, 14 de Abril de 2021
    Organizado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e pela Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, o evento sobre o "Fortalecimento dos sistemas alimentares centrados na agricultura familiar - caminhos possíveis para transformações globais" juntou vários especialistas de diferentes organizações portuguesas, europeias e internacionais. Contou igualmente com a participação do eurodeputado Francisco Guerreiro.
    LER MAIS
    Webinar: A Alimentação que Queremos
  • Política Agrícola Comum
  • Webinar: A Alimentação que Queremos

    Terça-feira, 13 de Abril de 2021
    Francisco Guerreiro participou no webinar "A Alimentação que Queremos" promovido pela Fundação Fé e Cooperação, na qualidade de Vice-Presidente da Comissão de Agricultura.
    LER MAIS
    Europa Verde: Promover a UE como líder em ação climática
  • Acordos comerciais
  • Alterações Climáticas
  • Política Agrícola Comum
  • Presidência do Conselho da UE
  • Europa Verde: Promover a UE como líder em ação climática

    Terça-feira, 13 de Abril de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro parrticipou hoje num ciclo de conversas online da Global Shapers Lisbon sobre a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia (PPUE) cujo tema foi "Europa Verde: Promover a UE como líder em ação climática".
    LER MAIS
    European Green Deal: Panel Debate
  • Ambiente
  • Lei do Clima
  • European Green Deal: Panel Debate

    Quinta-feira, 01 de Abril de 2021
    Francisco Guerreiro participou neste debate a convite do European Green Deal Campus Brussels.
    LER MAIS
    Eurodeputados pedem à Presidência Portuguesa e Comissão que rejeitem censura aos produtos de origem vegetal
  • Política Agrícola Comum
  • Eurodeputados pedem à Presidência Portuguesa e Comissão que rejeitem censura aos produtos de origem vegetal

    Terça-feira, 30 de Março de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro liderou um apelo à Comissão Europeia e à Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia para que rejeitem a controversa emenda n°171 que poderá vir a alterar a comercialização de alimentos de origem vegetal na União Europeia.
    LER MAIS
    Desafios e Oportunidades da Nova PAC para Portugal
  • Política Agrícola Comum
  • Desafios e Oportunidades da Nova PAC para Portugal

    Segunda-feira, 29 de Março de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) esteve hoje, a convite do jornal Vida Económica, a debater o futuro da Política Agrícola Comum (PAC), com a Ministra da Agricultura, a Confederação Agrícola Portuguesa (CAP), a Confederação das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal (CONFRAGI) e a Confederação Nacional da Agricultura (CNA)
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor do relatório sobre o impacto do lixo marinho nas pescas
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Ambiente
  • Sessão Plenária
  • Verdes/ALE
  • Guerreiro vota a favor do relatório sobre o impacto do lixo marinho nas pescas

    Sexta-feira, 26 de Março de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro votou esta semana a favor do relatório de iniciativa sobre o impacto do lixo marinho nas pescas, que foi aprovado pelo Parlamento Europeu (PE), com 646 votos a favor e 3 contra.
    LER MAIS
    CAP: Guerreiro quer fim de restrições na comercialização de produtos de origem vegetal
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • CAP: Guerreiro quer fim de restrições na comercialização de produtos de origem vegetal

    Quinta-feira, 25 de Março de 2021
    Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) liderou um apelo à Comissão Europeia (CE) e à Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia (PPUE) para que rejeitem a controversa emenda n°171 que viria a alterar a comercialização de alimentos de origem vegetal na UE.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?