Pergunta à CE: Assunto: Peixe-espada-preto na Madeira

Pergunta à CE: Assunto: Peixe-espada-preto na Madeira

  • Quarta-feira, 09 de Setembro de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta de Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e a respetiva resposta sobre o peixe-espada-preto na Madeira.

Assunto: Peixe-espada-preto na Madeira 

Em 2018, o Conselho decidiu que caberia a Portugal determinar o TAC para o peixe-espada-preto na zona 34.1.2 CECAF (Comité das Pescas do Atlântico Centro-Este) (1) . O Conselho decidiu ainda que este TAC teria de ser compatível com os princípios e as regras da política comum das pescas e permitir assegurar uma exploração da unidade populacional coerente com o rendimento máximo sustentável a partir de 2019, no caso de existir uma avaliação analítica, ou uma exploração da unidade populacional coerente com a abordagem de precaução na gestão das pescas, no caso de não existir uma avaliação analítica ou de essa avaliação ser incompleta. 

O Regulamento (UE) 2018/2025 do Conselho estipula ainda que, até 15 de março de cada ano de aplicação do referido regulamento, Portugal deve apresentar à Comissão as seguintes informações: a) o TAC adotado, b) os dados recolhidos com base nos quais o TAC foi adotado e c) pormenores sobre a forma como o TAC adotado cumpre os requisitos acima enunciados. 

1. Recebeu a Comissão as informações referidas no artigo 4.º, n.º 3, do Regulamento (UE) 2018/2025 do Conselho para 2019 e 2020 relacionadas com a determinação, por Portugal, do TAC para o peixe-espada-preto na zona CECAF 34.1.2? 

2. Em caso afirmativo, quando será esta informação tornada pública?

 

(1)       Regulamento (UE) 2018/2025 do Conselho, de 17 de dezembro de 2018, que fixa, para 2019 e 2020, as possibilidades de pesca para os navios de pesca da União relativas a determinadas unidades populacionais de peixes de profundidade.

 

Resposta escrita

 

O peixe-espada-preto na zona 34.1.2 do Comité das Pescas do Atlântico Centro-Este (CECAF) é uma unidade populacional cujo TAC foi delegado em Portugal. 

Portugal informou a Comissão, em conformidade com o artigo 4.º, n.º 3, do Regulamento (UE) 2018/2025 do Conselho, de que o total admissível de capturas (TAC) para 2019 e 2020 foi fixado em 2 189 toneladas.

De acordo com as autoridades portuguesas, constituem a base científica para este TAC delegado os relatórios científicos do grupo de trabalho do Conselho Internacional para o Estudo do Mar (CIEM) sobre biologia e avaliação dos recursos haliêuticos de profundidade (WGDEEP), que refletiram uma certa estabilidade na última década, tanto em termos de desembarques como de esforço de pesca. As autoridades portuguesas consideraram, pois, que, apesar de um ligeiro aumento dos desembarques nos últimos anos, uma recondução do TAC continuaria a estar em conformidade com a abordagem de precaução. 

Além disso, Portugal indicou que envidaria esforços adicionais para proceder a uma avaliação analítica da unidade populacional. A Comissão tenciona prosseguir as discussões com este Estado-Membro para garantir que este esforço científico, que permitirá conhecer mais claramente a situação da unidade populacional, beneficie de pleno apoio. 

O atual quadro jurídico não prevê a publicação das informações recebidas de Portugal.


Partilhar artigo

A ler também...

Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova
  • Ambiente
  • Turismo
  • Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova

    Terça-feira, 02 de Março de 2021
    A importância da Ecologia no Turismo e Restauração foi o tema que motivou a conversa entre o eurodeputado Francisco Guerreiro (verdes/ALE) e alunos do 11º ano, da Escola Profissional Beira Aguieira, em Penacova, oriundos de PALOPS.
    LER MAIS
    Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia

    Segunda-feira, 01 de Março de 2021
    Membros do Parlamento Europeu apelaram hoje ao Governo e ao Congresso brasileiro que leve a cabo acções contra a desflorestação da Amazónia, uma iniciativa que decorreu por iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) e da Organização Não-Governamental Humanium.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais
  • Animais
  • Presidência do Conselho da UE
  • Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou ontem a Ministra da Agricultura de Portugal, Maria do Céu Antunes, sobre o compromisso da Presidência Portuguesa no Conselho da União Europeia (PPUE) no que diz respeito ao bem-estar dos animais durante o Transporte.
    LER MAIS
    PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Política Agrícola Comum
  • Verdes/ALE
  • PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    Enquanto as instituições europeias negociam a Política Agrícola Comum para os anos 2021-27, o grupo dos Verdes/ALE, por iniciativa dos seus membros da Comissão do Controlo Orçamental, publica um relatório sobre os abusos relativos à utilização de fundos da Política Agrícola Comum na Europa Oriental.
    LER MAIS
    Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS
    Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva
  • Ambiente
  • Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva

    Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro pede à UNESCO que impeça a intenção de pavimentar quase 10 quilómetros na floresta Laurissilva.
    LER MAIS
    Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol
  • Igualdade de género
  • Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol

    Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2021
    Vários eurodeputados expressaram uma forte preocupação com a realização do Campeonato Mundial de Futebol de 2022 no Qatar, nomeadamente, devido às restrições aos direitos das mulheres aplicadas neste país.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?