Pergunta à CE: Acordo de investimento UE-China

Pergunta à CE: Acordo de investimento UE-China

  • Segunda-feira, 04 de Maio de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta do Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e respetiva resposta sobre o acordo de investimento entre a União Europeia e a China.

Assunto: Acordo de investimento UE-China

No ano passado, a UE e a China concordaram em celebrar este acordo em 2020. No entanto, devemos ser prudentes e considerar o seguinte: é extremamente preocupante o facto de a China estar a suprimir informações sobre a COVID-19, tanto a nível nacional como no estrangeiro. O New York Times (1) informou que o SEAE alegadamente reescreveu um documento sobre desinformação de forma a diluir a atenção dada à China. Na China, não é permitido aos jornalistas desempenharem adequadamente a sua atividade, as minorias são detidas e a propaganda do estado é omnipresente. 

Tendo em conta estas informações e o facto de a UE ser altamente dependente da China para o seu atual abastecimento de material médico e de medicamentos, bem como de outros bens e serviços, coloco as seguintes questões:

1. Tenciona ainda a Comissão concluir um acordo com a China em 2020? 

2. São a transparência e a liberdade de informação «linhas vermelhas» para a equipa de negociações da UE? 

3. Nas negociações, está a Comissão a ter em conta a «necessidade premente de produzir bens essenciais na Europa, investir nas cadeias de valor estratégicas e reduzir a dependência excessiva em relação a países terceiros [China] nestes domínios [fabrico de bens e materiais médicos]» (2) ? 

(1)       https://www.nytimes.com/2020/04/24/world/europe/disinformation-china-eu-coronavirus.html

(2)       https://www.ft.com/content/95dcaac2-162e-4ff4-aca5-bb852f03b1e9

 

Resposta escrita

 

O acordo global em matéria de investimento (CAI) entre a UE e a China é um instrumento importante para reequilibrar a abertura do mercado e criar condições de concorrência equitativas para as empresas da UE que operam na China. Na sua 22.a Cimeira, a UE e a China acordaram em acelerar as negociações. A UE continua empenhada em concluir as negociações em 2020, se possível, mas apenas se o acordo valer a pena. A China deve aumentar o seu nível de ambição, nomeadamente em matéria de condições de concorrência equitativas, acesso ao mercado e desenvolvimento sustentável. 

As negociações do CAI centram-se no investimento. As questões políticas devem ser abordadas através dos canais de comunicação adequados. O compromisso da UE de respeitar a liberdade dos meios de comunicação social, o direito à informação e a liberdade de opinião está consagrado no artigo 11.° da Carta dos Direitos Fundamentais. A UE está plenamente empenhada na liberdade de expressão, em linha e fora de linha, em todo o mundo, e continuará a debater os direitos humanos no âmbito do seu diálogo bilateral com a China. 

O CAI não afetará a abertura da UE ao investimento estrangeiro. Esta abertura é equilibrada através de um controlo adequado do investimento estrangeiro, o que se torna ainda mais importante em situações críticas como, por exemplo, durante a emergência ligada à COVID-19. A Comissão forneceu orientações aos Estados-Membros sobre a análise do investimento directo estrangeiro (IDE) numa crise de saúde pública e a vulnerabilidade económica, para proteger as empresas da UE e os ativos críticos, incluindo o equipamento médico, essencial para a nossa segurança e ordem pública(1). Ao abrigo do programa InvestEU, proposto pela Comissão, pode ser concedido apoio às empresas para manter e desenvolver a sua produção na UE. A dependência excessiva dos mercados de países terceiros poderia ser abordada através da diversificação das cadeias de abastecimento.

 

(1)       Comunicação da Comissão — Orientações para os Estados-Membros relativas a investimento direto estrangeiro e livre circulação de capitais provenientes de países terceiros, e proteção dos ativos estratégicos da Europa. Bruxelas, 25.3.2020, C(2020) 1981 final.


Partilhar artigo

A ler também...

1 ano como independente: Reforço da representação ecologista no Parlamento Europeu
  • Ambiente
  • Direitos Sociais
  • Lei do Clima
  • Política Agrícola Comum
  • Verdes/ALE
  • 1 ano como independente: Reforço da representação ecologista no Parlamento Europeu

    Quarta-feira, 28 de Julho de 2021
    O último ano do deputado Francisco Guerreiro como membro independente do Parlamento Europeu ficou marcado pelo trabalho em volta da Política Agrícola Comum, do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura e da Lei do Clima.
    LER MAIS
    Guerreiro questiona Comissão sobre financiamento europeu de incineradora nos Açores
  • Ambiente
  • Guerreiro questiona Comissão sobre financiamento europeu de incineradora nos Açores

    Segunda-feira, 12 de Julho de 2021
    O eurodeputado dos Verdes/Aliança Verde Europeia (Verdes/ALE), Francisco Guerreiro, questionou a Comissão Europeia (CE) sobre o financiamento europeu da construção de uma incineradora na ilha de São Miguel, Açores.
    LER MAIS
    PAC: emenda para rejeitar fundos às touradas foi descartada em trílogos
  • Animais
  • PAC: emenda para rejeitar fundos às touradas foi descartada em trílogos

    Sexta-feira, 09 de Julho de 2021
    Foi descartada, esta semana, uma emenda introduzida pelo eurodeputado dos Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE) e Vice-Presidente da Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (AGRI), Francisco Guerreiro, sobre a tauromaquia.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro debate alteração dos sistemas alimentares da ONU com WWF
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Ambiente
  • Francisco Guerreiro debate alteração dos sistemas alimentares da ONU com WWF

    Quinta-feira, 08 de Julho de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro foi um dos participantes do ciclo de debates da Associação Natureza Portugal em colaboração com a World Wide Fund For Nature (ANPIWWF).
    LER MAIS
    Fundo dos Assuntos Marítimos e das Pescas aprovado com voto contra dos Verdes/ALE
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Ambiente
  • Sessão Plenária
  • Verdes/ALE
  • Fundo dos Assuntos Marítimos e das Pescas aprovado com voto contra dos Verdes/ALE

    Quarta-feira, 07 de Julho de 2021
    O Parlamento Europeu aprovou hoje o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA). Enquanto relator-sombra pelo Grupo dos Verdes/ALE, o eurodeputado Francisco Guerreiro introduziu uma emenda para a rejeição do acordo, porém, a mesma foi chumbada por 516 votos contra e apenas 143 a favor.
    LER MAIS
    Guerreiro preside reunião do Intergrupo para o Bem-Estar e Conservação dos Animais
  • Animais
  • Verdes/ALE
  • Guerreiro preside reunião do Intergrupo para o Bem-Estar e Conservação dos Animais

    Quinta-feira, 01 de Julho de 2021
    O eurodeputado dos Verdes/Aliança Livre Europeia presidiu hoje a reunião do Intergrupo para o Bem-Estar e Conservação dos Animais sobre o ‘Relatório de Implementação sobre Bem-Estar dos Animais de Criação’ pelo qual é também relator-sombra.
    LER MAIS
    Comissão Europeia elimina jaulas na pecuária até 2027
  • Animais
  • Comissão Europeia elimina jaulas na pecuária até 2027

    Quarta-feira, 30 de Junho de 2021
    A Comissão Europeia (CE) comprometeu-se hoje a eliminar gradualmente as jaulas na pecuária, em toda a União Europeia (UE), estudando a possibilidade de a proibição entrar em vigor em 2027. A proposta legislativa vai ser apresentada até ao fim de 2023, juntamente com a revisão da legislação de bem-estar animal, já prometida na estratégia política alimentar da UE, a Estratégia ‘Do Prado ao Prato’.
    LER MAIS
    Fim da Presidência portuguesa: (In)Ação climática e acordo na Política Agrícola Comum ditam avaliação negativa
  • Presidência do Conselho da UE
  • Fim da Presidência portuguesa: (In)Ação climática e acordo na Política Agrícola Comum ditam avaliação negativa

    Quarta-feira, 30 de Junho de 2021
    Esta quarta-feira, dia 30 de junho, termina o semestre português na Presidência do Conselho da União Europeia. Apesar de alguns pontos positivos, nomeadamente em matérias orçamentais e de transparência fiscal (e.g. acordo sobre a Diretiva de Divulgação Pública de Informações por País) houve um fracasso generalizado no que concerne a matérias climáticas e no panorama internacional, nomeadamente no relacionamento com a China e com os países do Mercosul.
    LER MAIS
    Guerreiro participa em conferência sobre qualidade alimentar
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro participa em conferência sobre qualidade alimentar

    Terça-feira, 29 de Junho de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro participou hoje na conferência 'Capacitar Organizações de Consumidores: Rumo a uma abordagem harmonizada para lidar com a dupla qualidade em produtos alimentícios' (ECO, na sua sigla em inglês) na qual falou do combate à dupla qualidade alimentar, na União Europeia.
    LER MAIS
    SAFE: Francisco Guerreiro debate qualidade dos alimentos
  • Política Agrícola Comum
  • SAFE: Francisco Guerreiro debate qualidade dos alimentos

    Terça-feira, 29 de Junho de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro foi um dos oradores da conferência da SAFE "Dual Food Quality: Empowering Consumer Organizations".
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?