Guerreiro critica inatividade da UE perante falhas no transporte de animais

Guerreiro critica inatividade da UE perante falhas no transporte de animais

  • Sexta-feira, 15 de Maio de 2020

  •      A+  A-

Lisboa, 15 de maio de 2020 - Um novo relatório da Comissão Europeia sobre o bem-estar dos animais exportados por via marítima (2019-6835) revela graves falhas no cumprimento do Regulamento da União Europeia que regula o seu transporte (1/2005). A situação já foi confirmada por outros relatórios e várias vezes denunciada pelo eurodeputado do PAN, Francisco Guerreiro, tal como por Organizações Não Governamentais (ONG).

O relatório da Direção Geral para a Saúde e Segurança dos Alimentos baseia-se numa análise realizada durante dois anos (2017-2018) em vários portos da União Europeia (UE) (Portugal, França, Croácia, Irlanda, Roménia, Eslovénia e Espanha), cobrindo a exportação de vacas e ovelhas. Em Portugal, os portos estudados foram os de Sines e de Setúbal. 

“Estamos perante mais um relatório que nos comprova que a legislação europeia que supostamente protege os animais durante o transporte, neste caso para países terceiros, não está a funcionar. Há graves falhas de bem-estar animal que não são controladas ou penalizadas. Por outro lado, mesmo quando registadas e altamente acompanhadas pela esfera pública - como o caso da embarcação romena que se afundou no ano passado e vitimou quinze mil ovelhas - a Comissão fica-se pelos avisos e ameaças vazias”, afirma Francisco Guerreiro.

A principal razão apontada para a existência de falhas a nível do bem-estar dos animais é a falta de pessoal competente, experiente ou qualificado para aferir se as embarcações cumprem os requisitos técnicos, para realizar os controlos necessários e ajudar as autoridades nos portos europeus, fatores agravados pelo tempo de que dispõem para tal. 

“Há uma grande pressão sobre os oficiais veterinários nos portos de saída da UE para permitirem o carregamento do navio com os animais por estarem sujeitos a uma pressão intensa por parte dos exportadores para aprovarem a sua expedição (incluindo a ameaça de potenciais ações legais se a exportação for parada ou atrasada), e têm pouco, se algum, apoio dos seus superiores hierárquicos para recusar tais carregamentos”, lê-se no relatório. 

O relatório destaca que no porto de partida as autoridades competentes aprovam a exportação dos animais mesmo com documentação incompleta ou incorreta e sem considerarem as condições climáticas da rota e as verificáveis no porto de que partem, o que agrava o bem-estar dos animais quando chegam ao porto de destino. Estas deficiências administrativas não são registadas e, por isso, permanecem sem serem corrigidas e acompanhadas. 

Para além da falta de pessoal qualificado, há ainda falta de planos de contingência e de instalações para acolher os animais nos portos para quando ocorrem atrasos e estes são obrigados a aguardar durante horas, o que agrava a saúde dos mesmos.

O relatório indica ainda que não é legalmente claro quem está responsável pelo bem-estar dos animais durante o percurso marítimo e que não há feedback rotineiro proveniente dos países terceiros para os quais os animais são enviados, dos transportadores ou dos capitães dos navios sobre as condições dos animais durante a viagem marítima, nem sobre as condições em que encontram quando chegam ao destino. No entanto, relatos fotográficos de ONG que acompanham o carregamento dos animais e a sua chegada ao destino, tal como a Setúbal & Sines Animal Save - Stop Live Exports, comprovam que o bem-estar dos animais é brutalmente violado durante o seu transporte e descarregamento.

Na reunião da Comissão de Agricultura de 11 de maio, o eurodeputado Francisco Guerreiro perguntou à Comissária para a Saúde e Segurança dos Alimentos, Stella Kyriakides, se a Estratégia Europeia que pretende revolucionar o setor alimentar na UE (Farm2Fork), a divulgar dia 20 de maio, tem previsto o fim do transporte de longa distância de animais. Em resposta, foi vagamente indicado que “tem havido uma melhoria nas condições [de bem-estar] dos animais”, mas que “temos de continuar com os nossos esforços: tem de haver uma melhor implementação e temos de monitorizar a situação mais atentamente”.

“O PAN e a sua família política Europeia, os Verdes/ALE, aguardam ansiosamente para a divulgação da Estratégia Farm2Fork para ver se esta prevê, finalmente, melhorar o bem-estar dos animais da UE, redesenhando a legislação que os protege em todas as situações, incluindo o transporte”, conclui Francisco Guerreiro.

 

Consulta aqui o relatório: https://ec.europa.eu/food/audits-analysis/overview_reports/details.cfm?rep_id=137


Partilhar artigo

A ler também...

Francisco Guerreiro visita fábrica de alheiras vegetarianas
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Francisco Guerreiro visita fábrica de alheiras vegetarianas

    Segunda-feira, 20 de Setembro de 2021
    O eurodeputado dos Verdes/Aliança Livre Europeia, Francisco Guerreiro, visitou hoje a fábrica de alheiras da EuroFumeiro, em Mirandela, para conhecer o processo de produção de alheiras vegetarianas.
    LER MAIS
    Parlamento Europeu pede redução concreta e coordenada de testes em animais
  • Animais
  • Parlamento Europeu pede redução concreta e coordenada de testes em animais

    Quinta-feira, 16 de Setembro de 2021
    Foi hoje aprovada na sessão plenária de Estrasburgo uma resolução do Parlamento Europeu (PE) "sobre os planos e as ações para acelerar a transição para a inovação sem recurso à utilização de animais na investigação, nos ensaios regulamentares e na educação", com 667 votos favor, 4 contra, 16 abstenções.
    LER MAIS
    Autárquicas 2021: Francisco Guerreiro apoia candidatura do partido Volt em Lisboa
  • Política Nacional
  • Autárquicas 2021: Francisco Guerreiro apoia candidatura do partido Volt em Lisboa

    Terça-feira, 14 de Setembro de 2021
    O eurodeputado independente Francisco Guerreiro, membro dos Verdes/Aliança Livre Europeia entra na campanha autárquica anunciando o seu apoio à candidatura do partido Volt, em Lisboa, encabeçada por Tiago de Matos Gomes.
    LER MAIS
    Alterações Climáticas: Eurodeputados dos Verdes pedem à CE que actue de forma urgente
  • Alterações Climáticas
  • Alterações Climáticas: Eurodeputados dos Verdes pedem à CE que actue de forma urgente

    Terça-feira, 14 de Setembro de 2021
    Vários eurodeputados dos Verdes/ Aliança Livre Europeia endereçaram uma carta à Presidente e Vice-Presidente da Comissão Europeia a pedir rapidez na actuação da CE face às alterações climáticas, no âmbito do pacote "Fit for 55".
    LER MAIS
    Comissões de Agricultura e Ambiente do PE aprovam Estratégia Farm to Fork
  • Ambiente
  • Comissões de Agricultura e Ambiente do PE aprovam Estratégia Farm to Fork

    Sexta-feira, 10 de Setembro de 2021
    Foi hoje adotado pela Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural e pela Comissão de Saúde Pública, Segurança Alimentar e Ambiente do Parlamento Europeu o relatório que expressa a sua opinião conjunta face à Estratégia Farm to Fork, desenvolvida pela Comissão Europeia.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro envia queixa à ERC contra RTP
  • Media
  • Francisco Guerreiro envia queixa à ERC contra RTP

    Quarta-feira, 08 de Setembro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro enviou uma queixa à Entidade Reguladora da Comunicação (ERC), devido à exclusão do programa ‘Eurodeputados’, emitido na RTP2.
    LER MAIS
    1 ano como independente: Reforço da representação ecologista no Parlamento Europeu
  • Ambiente
  • Verdes/ALE
  • 1 ano como independente: Reforço da representação ecologista no Parlamento Europeu

    Quarta-feira, 28 de Julho de 2021
    O último ano do deputado Francisco Guerreiro como membro independente do Parlamento Europeu ficou marcado pelo trabalho em volta da Política Agrícola Comum, do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura e da Lei do Clima.
    LER MAIS
    Guerreiro questiona Comissão sobre financiamento europeu de incineradora nos Açores
  • Ambiente
  • Guerreiro questiona Comissão sobre financiamento europeu de incineradora nos Açores

    Segunda-feira, 12 de Julho de 2021
    O eurodeputado dos Verdes/Aliança Verde Europeia (Verdes/ALE), Francisco Guerreiro, questionou a Comissão Europeia (CE) sobre o financiamento europeu da construção de uma incineradora na ilha de São Miguel, Açores.
    LER MAIS
    PAC: emenda para rejeitar fundos às touradas foi descartada em trílogos
  • Animais
  • PAC: emenda para rejeitar fundos às touradas foi descartada em trílogos

    Sexta-feira, 09 de Julho de 2021
    Foi descartada, esta semana, uma emenda introduzida pelo eurodeputado dos Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE) e Vice-Presidente da Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (AGRI), Francisco Guerreiro, sobre a tauromaquia.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro debate alteração dos sistemas alimentares da ONU com WWF
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Francisco Guerreiro debate alteração dos sistemas alimentares da ONU com WWF

    Quinta-feira, 08 de Julho de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro foi um dos participantes do ciclo de debates da Associação Natureza Portugal em colaboração com a World Wide Fund For Nature (ANPIWWF).
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?