Francisco Guerreiro questiona interferência do lobby farmacêutico na investigação do coronavírus

Francisco Guerreiro questiona interferência do lobby farmacêutico na investigação do coronavírus

  • Quinta-feira, 28 de Maio de 2020

  •      A+  A-

Lisboa, 28 maio de 2020 - O eurodeputado Francisco Guerreiro (PAN) questionou a Comissão Europeia quanto às conclusões de um estudo de duas Organizações Não Governamentais (Global Health Advocates e a Corporate Europe Observatory) que indicam que as indústrias farmacêuticas com as quais a União Europeia (UE) estabelece parcerias público-privadas têm interferido de forma determinante os projetos de investigação financiados pela UE, tendo sido mesmo sido bloqueada uma proposta de estudo sobre coronavírus em 2018. 

O estudo das ONG denominado "Mais Privada do Que Pública: como as grandes farmacêuticas dominam a Iniciativa de Inovação Médica" aponta que várias áreas de investigação para a saúde humana, necessitadas de financiamento e investigação, e que estavam incluídas nas propostas da Comissão Europeia, têm sido negligenciadas pelas grandes farmacêuticas que têm contratos estabelecidos com a UE. Por outro lado, estas empresas têm pressionado para que os projetos financiados incidam sobre áreas que lhes são comercialmente mais lucrativas.

Dentro das áreas de saúde descuradas encontra-se a prevenção de epidemias. O estudo revela que, em 2018, a UE levantou a possibilidade de se investigar a bioprevenção, isto é, a prevenção de epidemias, mas que a indústria farmacêutica se opôs a que esta fosse incluída nos trabalhos da Iniciativa de Inovação Médica. 

"Parece que estamos perante uma situação em que o setor farmacêutico tem controlo sobre a UE e sobre como esta investe na saúde. As prioridades do setor farmacêutico, claramente, por motivos de rentabilidade comercial, nunca serão as mesmas das dos cidadãos Europeus. Sem garantias de que determinada doença eclodirá, a indústria farmacêutica, tem pouco incentivo para investir na sua prevenção ou cura. É por isto que urge haver maior transparência neste processo de seleção de projetos de investigação e descobrir como e por que razão esta investigação sobre coronavírus não foi para a frente. Terá a UE cedido à pressão do lobby farmacêutico ou foi a própria UE que deixou de ver a prevenção de pandemias como uma prioridade?", questionou o eurodeputado.

 

Consulta abaixo as questões colocadas à Comissão: 

O controlo da indústria farmacêutica sobre o financiamento da UE para investigação.

As ONG Global Health Advocates e Corporate Europe Observatory concluíram um estudo que indica que as grandes farmacêuticas que estão envolvidas em parcerias público-privadas com a UE negligenciaram áreas de investigação para a saúde humana que necessitavam (e necessitam) de financiamento significativo, preferindo investir, ao invés, em projetos que lhes são comercialmente mais lucrativos.

Dentro destas áreas negligenciadas, encontra-se a prevenção de epidemias, e o estudo indica que as farmacêuticas impediram uma investigação sobre coronavírus proposta pela UE em 2018. Estamos, assim, claramente, perante uma situação onde a vontade das grandes farmacêuticas prevalece sobre a da UE. Poderá a Comissão esclarecer:

  1. Quais os critérios utilizados para a seleção dos projetos a serem financiados por estas parcerias público-privadas?
  2. Como se realizou entre a UE e a EFPIA (European Federation of Pharmaceutical Industries and Associations), em termos processuais, a desconsideração do pedido da UE de 2018 para o financiamento arrecadado ser utilizado para estudar o coronavírus?
  3. No caso de a UE ter concordado com a decisão das farmacêuticas de não investir nas áreas que a primeira sugeriu, qual o fundamento para tal?

Partilhar artigo

A ler também...

Ação climática trará mais de um milhão de novos empregos
  • Alterações Climáticas
  • Verdes/ALE
  • Ação climática trará mais de um milhão de novos empregos

    Sexta-feira, 05 de Março de 2021
    Segundo um estudo a pedido do grupo político dos Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), poderia haver mais de um milhão de novos empregos nos setores da energia renovável e e-mobilidade, se a meta de redução de emissões em 60 % for cumprida.
    LER MAIS
    Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova
  • Ambiente
  • Turismo
  • Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova

    Terça-feira, 02 de Março de 2021
    A importância da Ecologia no Turismo e Restauração foi o tema que motivou a conversa entre o eurodeputado Francisco Guerreiro (verdes/ALE) e alunos do 11º ano, da Escola Profissional Beira Aguieira, em Penacova, oriundos de PALOPS.
    LER MAIS
    Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia

    Segunda-feira, 01 de Março de 2021
    Membros do Parlamento Europeu apelaram hoje ao Governo e ao Congresso brasileiro que leve a cabo acções contra a desflorestação da Amazónia, uma iniciativa que decorreu por iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) e da Organização Não-Governamental Humanium.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais
  • Animais
  • Presidência do Conselho da UE
  • Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou ontem a Ministra da Agricultura de Portugal, Maria do Céu Antunes, sobre o compromisso da Presidência Portuguesa no Conselho da União Europeia (PPUE) no que diz respeito ao bem-estar dos animais durante o Transporte.
    LER MAIS
    PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Política Agrícola Comum
  • Verdes/ALE
  • PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    Enquanto as instituições europeias negociam a Política Agrícola Comum para os anos 2021-27, o grupo dos Verdes/ALE, por iniciativa dos seus membros da Comissão do Controlo Orçamental, publica um relatório sobre os abusos relativos à utilização de fundos da Política Agrícola Comum na Europa Oriental.
    LER MAIS
    Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS
    Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva
  • Ambiente
  • Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva

    Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro pede à UNESCO que impeça a intenção de pavimentar quase 10 quilómetros na floresta Laurissilva.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?