Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

  • Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021

  •      A+  A-

Bruxelas, 22 de fevereiro de 2021 – Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).

O novo FEAMPA disponibilizará 6.108 mil milhões de euros a preços correntes durante os próximos 7 anos a fim de apoiar a implementação da Política Comum das Pescas (PCP) na forma de subsídios ao sector das pescas da União Europeia, de medidas de controlo, recolha de dados e outras ações. 

“A mensagem é simples: precisamos de peixe (tanto em quantidade como em qualidade) para podermos continuar a pescar no futuro, de uma forma sustentável. A solução não passa só pela aquicultura e muito menos pelo consumo crescente de peixe,” considera Francisco Guerreiro. 

Na qualidade de relator-sombra para o Grupo dos Verdes/ALE neste processo, o eurodeputado dos Verdes/ALE ambiciona alcançar, ao longo das negociações interinstitucionais, compromissos que satisfizessem as suas duas principais preocupações, consistindo em: 

1.     Alavancar fundos suficientes para proteger e restaurar em prioridade os ecossistemas marinhos;  

2.     Ajudar exclusivamente os pescadores que mais necessitam, ou seja, os da pequena pesca costeira e artesanal, em embarcações com menos de 12 metros. 

Em primeiro lugar, ao proteger a biodiversidade e, de forma geral, ao contribuir de forma mais ambiciosa para os objetivos do Pacto Ecológico Europeu e da Estratégia para a Biodiversidade, Francisco Guerreiro pretende privilegiar medidas de longo prazo.

Em segundo lugar, ao disponibilizar os fundos para embarcações que chegam aos 24 metros, haverá menos dinheiro disponível para a pequena pesca costeira. 

“A indústria pesqueira de maior escala tem vindo a registar lucros substanciais: não há necessidade de investir dinheiro público para esse sector,” atenta Guerreiro.

O mesmo pode e deve melhorar as condições a bordo das embarcações e modernizar motores com recursos próprios, como qualquer outro tipo de negócio, de modo a cumprir as eventuais novas leis de segurança e/ou ambientais, para melhorar o bem-estar dos seus trabalhadores, e para ser inovador e competitivo.

“Uma vez que nenhum destes dois objetivos principais foi alcançado, não nos foi possível apoiar o acordo final. Infelizmente, acredito que muitas das medidas adotadas neste Regulamento continuam a poder ser consideradas como subsídios prejudiciais e potencialmente conducentes à pesca excessiva,” conclui.

Nos próximos meses, o novo Regulamento terá de ser aprovado em Sessão Plenária, pelo Parlamento Europeu, e pelo Conselho. 

Francisco Guerreiro deixa ainda o apelo a todos os que acham que este acordo deveria ser rejeitado pelo Parlamento e pelo Conselho, para que se dirijam aos deputados dos outros grupos políticos ou à Representação Permanente do Parlamento Europeu de cada país, pedindo-lhe que votem contra o mesmo!

Importa salientar que o FEAMP atual ainda está disponível para financiamentos até 2022. Assim, Francisco Guerreiro defende que o prosseguir das negociações com vista a alcançar um melhor acordo garantiria que os pescadores não fossem prejudicados por qualquer atraso.


Partilhar artigo

A ler também...

Francisco Guerreiro questiona Comissão sobre o fim das episiotomias
  • Saúde
  • Francisco Guerreiro questiona Comissão sobre o fim das episiotomias

    Segunda-feira, 08 de Março de 2021
    Tendo em vista as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que desaconselha por completo a realização de episiotomias, eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou hoje a Comissão Europeia (CE) sobre o fim desta prática.
    LER MAIS
    Ação climática trará mais de um milhão de novos empregos
  • Alterações Climáticas
  • Verdes/ALE
  • Ação climática trará mais de um milhão de novos empregos

    Sexta-feira, 05 de Março de 2021
    Segundo um estudo a pedido do grupo político dos Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), poderia haver mais de um milhão de novos empregos nos setores da energia renovável e e-mobilidade, se a meta de redução de emissões em 60 % for cumprida.
    LER MAIS
    Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova
  • Ambiente
  • Turismo
  • Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova

    Terça-feira, 02 de Março de 2021
    A importância da Ecologia no Turismo e Restauração foi o tema que motivou a conversa entre o eurodeputado Francisco Guerreiro (verdes/ALE) e alunos do 11º ano, da Escola Profissional Beira Aguieira, em Penacova, oriundos de PALOPS.
    LER MAIS
    Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia

    Segunda-feira, 01 de Março de 2021
    Membros do Parlamento Europeu apelaram hoje ao Governo e ao Congresso brasileiro que leve a cabo acções contra a desflorestação da Amazónia, uma iniciativa que decorreu por iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) e da Organização Não-Governamental Humanium.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais
  • Animais
  • Presidência do Conselho da UE
  • Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou ontem a Ministra da Agricultura de Portugal, Maria do Céu Antunes, sobre o compromisso da Presidência Portuguesa no Conselho da União Europeia (PPUE) no que diz respeito ao bem-estar dos animais durante o Transporte.
    LER MAIS
    PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Política Agrícola Comum
  • Verdes/ALE
  • PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    Enquanto as instituições europeias negociam a Política Agrícola Comum para os anos 2021-27, o grupo dos Verdes/ALE, por iniciativa dos seus membros da Comissão do Controlo Orçamental, publica um relatório sobre os abusos relativos à utilização de fundos da Política Agrícola Comum na Europa Oriental.
    LER MAIS
    Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS
    Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva
  • Ambiente
  • Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva

    Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro pede à UNESCO que impeça a intenção de pavimentar quase 10 quilómetros na floresta Laurissilva.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?