Comissão de Agricultura aprova relatório incoerente sobre a execução da legislação de bem-estar animal

Comissão de Agricultura aprova relatório incoerente sobre a execução da legislação de bem-estar animal

  • Terça-feira, 26 de Outubro de 2021

  •      A+  A-

Bruxelas, 26 Outubro 2021 – Foi hoje a voto final o projeto de relatório (INI – own initiative report) da Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural (AGRI) do Parlamento Europeu referente à execução das normas de bem-estar animal nas explorações agrícolas (2020/2085(INI)). Francisco Guerreiro, encarregue da negociação do relatório para o seu grupo político, Verdes/Aliança Livre Europeia (ALE), votou contra o documento final por falhar em reconhecer os erros do atual sistema de produção de animais e a ciência. O relatório acabou, no entanto, por passar com 36 votos a favor, 5 contra e 7 abstenções.

O relatório da Comissão de Agricultura sobre a execução das normas de bem-estar animal nas explorações agrícolas objetiva dar um parecer à Comissão Europeia antes de esta publicar a revisão e atualização da legislação de bem-estar animal da União Europeia, a ser publicada no fim de 2023, de acordo com o prometido na Estratégia do Prado ao Prato.

De acordo com o Eurodeputado, durante as negociações houve um esforço colaborativo e amigável "bastante apreciado" entre os diferentes relatores para alcançar um consenso quanto à reestruturação de algumas emendas. No entanto, acrescenta que, "infelizmente, o texto final acabou por não estar em concordância com a ciência ou até, simplesmente, com a realidade de como as coisas realmente são". Francisco Guerreiro destaca uma alínea do relatório que se refere aos casos de incumprimento com a legislação como casos esporádicos, "distorcendo a realidade". Há ainda várias outras emendas que considera bastante negativas, tais como uma que indica que a produção de foie gras respeita o bem-estar animal; e uma outra que assume que ainda não foram encontradas soluções para evitar a mordida de caudas entre porcos, tentando justificar assim a continuação da prática do corte rotineiro de caudas (apesar de já proibida na UE).

Foi também rejeitada uma emenda que pretendia proibir a matança em massa de pintainhos; e uma que instaria a Comissão a pedir aos Estados-membros para não financiarem as touradas com fundos europeus– não tendo passado por apenas 3 votos (21 a favor, 23 contra e 4 abstenções). Os Verdes/ALE lamentam ainda que a Comissão de Agricultura tenha concordado que o sistema de rotulagem de produtos alimentares com o nível de bem-estar animal (que a Comissão revelou planear introduzir) deva ser apenas de adesão voluntária.

Como pontos positivos, Francisco Guerreiro destaca, por exemplo, que o relatório reconhece que pelos diferentes Estados-Membros há diferentes níveis de cumprimento com a legislação de bem-estar animal, colocando em desvantagem os produtores cumpridores. Menciona, ainda, que no documento é feito um apelo para que a Comissão regule o uso de termos associados ao bem-estar animal no marketing de produtos, para evitar práticas de animal-wefare washing; e um outro para que os produtos importados de países terceiros cumpram com os mesmos requisitos impostos aos produtores da UE. Por fim, sublinha ainda que o relatório identifica que a atual legislação não cobre todas as espécies de animais explorados pela indústria, como deveria, e que as eventuais novas normas a serem propostas pela Comissão deverão ter em conta as diferentes características de cada espécie, definindo regras e indicadores claros para auxiliar os agricultores no cumprimento dos mesmos.

 A Comissão do Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar (ENVI), encarregue de dar uma opinião secundária à execução destas normas de bem-estar animal, conseguiu um relatório "muito mais positivo, coerente com a ciência e com a realidade experienciada pelos animais que são explorados", comentou Francisco, acrescentando ainda que "no entanto, isto já era de esperar, dado que a Comissão AGRI é sempre extremamente conservadora e tende a apresentar opiniões largamente influenciadas pelos laços com a indústria".

Entre outros aspetos, o relatório da Comissão ENVI reconhece que o sistema de rotulagem de alimentos com indicação sobre o bem-estar animal deve ser obrigatório; que o sistema é que se deve adaptar aos animais, e não o contrário, significando, por exemplo, que uma determinada forma de estabulação não deve poder magoar um animal; e que uma dieta mais rica em alimentos à base de plantas e com menos alimentos de origem animal pode conferir vários benefícios globais.

Ao todo, para o relatório de AGRI, foram submetidas 412 emendas ao texto inicial proposto pelo relator principal (grupo político Renovar Europa). O relatório passará agora para votação em Plenário (Novembro), proporcionando assim, ainda, uma hipótese de melhoria do texto.


Partilhar artigo

A ler também...

Guerreiro vota contra CAP
  • Política Agrícola Comum
  • Guerreiro vota contra CAP

    Terça-feira, 23 de Novembro de 2021
    O Parlamento Europeu votou hoje a nova Política Agrícola Comum (PAC) para os próximos 5 anos, tendo os seus três componentes sido aprovados: os Planos Estratégicos (452 favor, 178 contra, 57 abstenções), a Organização Comum de Mercados (487, 130, 71), e a pasta de Financiamento, Gestão e ao Acompanhamento da PAC (485, 142, 61).
    LER MAIS
    Antimicrobianos: Eurodeputados alertam para riscos para a saúde humana em 2022
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Antimicrobianos: Eurodeputados alertam para riscos para a saúde humana em 2022

    Quinta-feira, 18 de Novembro de 2021
    Vários eurodeputados subscreveram uma carta à Comissária Europeia da Saúde e Segurança Alimentar onde manifestam preocupação pela proibição da União Europeia (UE) do uso rotineiro de antimicrobianos na produção animal, que entra em vigor em janeiro de 2022.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro recebe WWF em encontro sobre desflorestação
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Francisco Guerreiro recebe WWF em encontro sobre desflorestação

    Quarta-feira, 17 de Novembro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro recebeu hoje no Parlamento Europeu jovens activistas da World Wildlife Fund (WWF) para uma conversa sobre desflorestação, sustentabilidade e meio ambiente.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro apresenta queixa contra cobranças abusivas nas SCUTS
  • Direitos Sociais
  • Francisco Guerreiro apresenta queixa contra cobranças abusivas nas SCUTS

    Quarta-feira, 17 de Novembro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro apresentou hoje uma queixa à Provedoria de Justiça relativamente ao “sistema” de cobranças de Portagens Sem Custos para o Utilizador, vulgarmente denominadas como SCUTS, com o objectivo de requerer ao Tribunal Constitucional a declaração de inconstitucionalidade de algumas normas. Este pedido pretende também forçar alterações legislativas de modo a proteger os usuários das SCUTS.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro questiona CE sobre pesca de arrasto e áreas marinhas protegidas
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Francisco Guerreiro questiona CE sobre pesca de arrasto e áreas marinhas protegidas

    Terça-feira, 16 de Novembro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ Aliança Livre Europeia) questionou a Comissão Europeia (CE) sobre a pesca de arrasto em áreas marinhas protegidas (AMP) da União Europeia.
    LER MAIS
    Sessão Plenária: Agência da União Europeia para o Asilo - Relatório: Elena Yoncheva
  • Direitos Humanos
  • Sessão Plenária: Agência da União Europeia para o Asilo - Relatório: Elena Yoncheva

    Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021

    LER MAIS
    Sessão Plenária: Ameaças transfronteiriças graves para a saúde - Relatório: Véronique Trillet-Lenoir
  • Saúde
  • Sessão Plenária: Ameaças transfronteiriças graves para a saúde - Relatório: Véronique Trillet-Lenoir

    Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021

    LER MAIS
    Sessão Plenária: Acordo UE / Austrália: modificação das concessões de todas as cotas tarifárias incluídas na Lista UE CLXXV - Recomendação: Daniel Caspary
  • Acordos bilaterais
  • Sessão Plenária: Acordo UE / Austrália: modificação das concessões de todas as cotas tarifárias incluídas na Lista UE CLXXV - Recomendação: Daniel Caspary

    Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021

    LER MAIS
    Sessão Plenária:Reforçar a democracia, a liberdade dos meios de comunicação e o pluralismo na UE - Relatório: Tiemo Wölken, Roberta Metsola
  • Direitos Humanos
  • Sessão Plenária:Reforçar a democracia, a liberdade dos meios de comunicação e o pluralismo na UE - Relatório: Tiemo Wölken, Roberta Metsola

    Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021

    LER MAIS
    Sessão Plenária: O Espaço Europeu da Educação: uma abordagem holística partilhada - Relatório: Michaela Šojdrová
  • Educação
  • Sessão Plenária: O Espaço Europeu da Educação: uma abordagem holística partilhada - Relatório: Michaela Šojdrová

    Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021

    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?