Pergunta à CE: Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030: o problema da poluição luminosa

Pergunta à CE: Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030: o problema da poluição luminosa

  • Quarta-feira, 07 de Outubro de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta de Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e respetiva resposta sobre a Estratégia de Biodiversidade da União Europeia (UE) para 2030 e o problema da poluição luminosa.

Assunto: Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030: o problema da poluição luminosa 

Uma estratégia de proteção e recuperação da biodiversidade não pode estar completa se não contiver medidas destinadas a reduzir a poluição luminosa que visem limitar os seus efeitos na perda de biodiversidade.

A poluição luminosa consiste na alteração dos níveis de iluminação natural devido à luz artificial à noite. Está a aumentar rapidamente, mesmo fora das cidades, e há uma necessidade premente de controlar e reduzir os seus efeitos negativos. A luz artificial à noite constitui um poderoso fator de stress ambiental e existe um amplo consenso científico de que representa uma ameaça para a biodiversidade. Sabe-se que a poluição luminosa provoca a fragmentação dos habitats, perturbando a fisiologia e o comportamento da fauna. Isto também tem fortes consequências transfronteiriças, uma vez que os efeitos da poluição luminosa podem estender-se por centenas de quilómetros a partir das fontes de luz e para além das fronteiras dos Estados-Membros. Por conseguinte, é necessária legislação a nível da UE para resolver o problema com êxito.

1. Por que razão decidiu a Comissão não incluir referências expressas à poluição luminosa, sempre que pertinente, na sua Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030?

2. Concorda a Comissão que o problema da poluição luminosa e dos seus efeitos na biodiversidade deve ser resolvido com a maior brevidade possível a nível da UE?

Resposta escrita

Embora não existam referências diretas à poluição luminosa no Pacto Ecológico[1] nem na Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030[2] que lhe está associada, a Comissão está ciente de que pode ser um problema em termos de perda de biodiversidade. A este respeito, a consecução do principal objetivo da estratégia — travar e inverter a perda de biodiversidade — e das respetivas ações e metas pode implicar a tomada de medidas relativas à poluição luminosa, juntamente com o combate a todos os principais fatores de perda de biodiversidade.

 

Além disso, a Comissão ponderará as possibilidades de abranger a poluição luminosa nos trabalhos em curso sobre o plano de ação para a poluição zero[3], cuja publicação está prevista para 2021. A recolha de observações sobre o roteiro[4] para o plano de ação decorreu durante outubro de 2020, estando atualmente a Comissão a analisar os contributos apresentados. Acresce que foi lançada uma consulta pública em linha[5] em 11 de novembro de 2020, que decorrerá até 10 de fevereiro de 2021 e constituirá uma oportunidade para as partes interessadas apresentarem contributos sobre uma série de temas, incluindo sobre várias fontes de poluição, nomeadamente a poluição luminosa. A poluição luminosa está igualmente incluída na noção de «poluentes» na aceção do Regulamento Financiamento Sustentável[6].



[6] Artigo 2.º, ponto 10, do regulamento (UE) 2020/852 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 18 de junho de 2020, relativo ao estabelecimento de um regime para a promoção do investimento sustentável, e que altera o Regulamento (UE) 2019/2088 (JO L 198 de 22.6.2020, p. 13).


Partilhar artigo

A ler também...

Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova
  • Ambiente
  • Turismo
  • Guerreiro discute ecologia no turismo e restauração com alunos de Penacova

    Terça-feira, 02 de Março de 2021
    A importância da Ecologia no Turismo e Restauração foi o tema que motivou a conversa entre o eurodeputado Francisco Guerreiro (verdes/ALE) e alunos do 11º ano, da Escola Profissional Beira Aguieira, em Penacova, oriundos de PALOPS.
    LER MAIS
    Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia
  • Alterações Climáticas
  • Ambiente
  • Eurodeputados exortam governo brasileiro a agir contra a deflorestação da Amazónia

    Segunda-feira, 01 de Março de 2021
    Membros do Parlamento Europeu apelaram hoje ao Governo e ao Congresso brasileiro que leve a cabo acções contra a desflorestação da Amazónia, uma iniciativa que decorreu por iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) e da Organização Não-Governamental Humanium.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais
  • Animais
  • Presidência do Conselho da UE
  • Francisco Guerreiro questiona Ministra da Agricultura portuguesa sobre transporte de animais

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) questionou ontem a Ministra da Agricultura de Portugal, Maria do Céu Antunes, sobre o compromisso da Presidência Portuguesa no Conselho da União Europeia (PPUE) no que diz respeito ao bem-estar dos animais durante o Transporte.
    LER MAIS
    PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Política Agrícola Comum
  • Verdes/ALE
  • PAC/Orçamento Europeu: Para onde vai o dinheiro da comunidade

    Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
    Enquanto as instituições europeias negociam a Política Agrícola Comum para os anos 2021-27, o grupo dos Verdes/ALE, por iniciativa dos seus membros da Comissão do Controlo Orçamental, publica um relatório sobre os abusos relativos à utilização de fundos da Política Agrícola Comum na Europa Oriental.
    LER MAIS
    Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS
    Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva
  • Ambiente
  • Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva

    Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro pede à UNESCO que impeça a intenção de pavimentar quase 10 quilómetros na floresta Laurissilva.
    LER MAIS
    Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol
  • Igualdade de género
  • Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol

    Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2021
    Vários eurodeputados expressaram uma forte preocupação com a realização do Campeonato Mundial de Futebol de 2022 no Qatar, nomeadamente, devido às restrições aos direitos das mulheres aplicadas neste país.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?