Pergunta à CE: Autonomia de Hong Kong e acordo de investimento UE-China

Pergunta à CE: Autonomia de Hong Kong e acordo de investimento UE-China

  • Quinta-feira, 28 de Maio de 2020

  •      A+  A-

Veja aqui a pergunta do Francisco Guerreiro à Comissão Europeia e respetiva resposta sobre a autonomia de Hong Kong e acordo de investimento entre a União Europeia e a China.

Assunto: Autonomia de Hong Kong e acordo de investimento UE-China 

Manifesto a minha profunda preocupação com aprovação unilateral, pelo parlamento chinês, de legislação em matéria de segurança aplicável a Hong Kong. Trata-se de um ataque à autonomia da cidade e da região, ao Estado de direito e às liberdades fundamentais. A integridade do princípio «um país, dois sistemas» está em perigo real. Estou ciente de que o Vice-Presidente da Comissão/Alto Representante sr. Borrell já apelou à República Popular da China para que respeite a autonomia de Hong Kong. Contudo, a pressão política, económica e judicial do regime comunista sobre a região é cada vez mais intolerável. 

Dado que a Comissão está atualmente a negociar um importante acordo de investimento com a China, pergunto o seguinte: 

1. Está a Comissão a utilizar a sua influência económica nestas negociações para instar a China a melhorar as suas normas em matéria de direitos humanos, respeitar a autonomia de Hong Kong e suspender a nova legislação em matéria de segurança? 

2. Irá a Comissão ponderar a suspensão destas negociações se a China não respeitar os seus compromissos internacionais relativamente à Região Administrativa Especial de Hong Kong?

 

Resposta escrita

 

A União Europeia (UE) manifestou-se repetidamente contra a imposição de nova legislação nacional em matéria de segurança a Hong Kong(1). A UE tem grande interesse na continuação da estabilidade e prosperidade de Hong Kong ao abrigo do princípio «um país, dois sistemas», e atribui a maior importância à preservação do elevado grau de autonomia da Região Administrativa Especial de Hong Kong. 

Após o Conselho dos Negócios Estrangeiros de 13 de julho de 2020, o alto representante/vice-presidente propôs uma abordagem global e coordenada da UE em resposta à imposição de legislação nacional em matéria de segurança. A UE adotou conclusões do Conselho em 28 de julho de 2020, que estabelecem um conjunto de medidas coordenadas de resposta a realizar a nível da UE e/ou dos Estados-Membros, no âmbito das respetivas competências. Essas medidas incluem, nomeadamente, a política de asilo, migração, vistos e residência; exportações de equipamento e tecnologias sensíveis específicos para utilização final em Hong Kong; bolsas de estudo e intercâmbios académicos com a participação de estudantes e universidades de Hong Kong; e apoio à sociedade civil. 

Embora a UE continue a manifestar estas preocupações através dos canais adequados, convém recordar que as negociações sobre um acordo global em matéria de investimento visam reagir às dificuldades decorrentes de leis discriminatórias e práticas de distorção que impedem os investidores da UE de aceder e competir no mercado chinês em pé de igualdade com as empresas chinesas e as empresas de outros países. Este acordo é, antes de mais, um instrumento para reequilibrar a abertura do mercado e criar condições equitativas para as empresas da UE que operam na China. Simultaneamente, a UE continua a acompanhar de perto a evolução dos acontecimentos em Hong Kong e está a examinar todas as opções possíveis para atender à situação na região.

 

(1)       Declaração do alto representante, em nome da União Europeia, sobre o anúncio do porta-voz da Assembleia Popular Nacional da China a respeito de Hong Kong: ver:

https://www.consilium.europa.eu/en/press/press-releases/2020/05/22/declaration-by-the-high-representative-on-behalf-of-the-european-union-on-the-announcement-by-china-s-national-people-s-congress-spokesperson-regarding-hong-kong/

Declaração do alto representante, em nome da União Europeia, sobre Hong Kong:

https://www.consilium.europa.eu/en/press/press-releases/2020/05/29/declaration-of-the-high-representative-on-behalf-of-the-european-union-on-hong-kong/

Declaração do alto representante, em nome da União Europeia, sobre a adoção pela Assembleia Popular Nacional da China de legislação em matéria de segurança nacional aplicável em Hong Kong:

https://www.consilium.europa.eu/en/press/press-releases/2020/07/01/declaration-of-the-high-representative-on-behalf-of-the-european-union-on-the-adoption-by-china-s-national-people-s-congress-of-a-national-security-legislation-on-hong-kong/


Partilhar artigo

A ler também...

Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos
  • Animais
  • Espanha falha em respeitar medidas de bem-estar animal no transporte de animais vivos

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Membros do intergrupo para o Bem-Estar Animal do Parlamento Europeu alertaram para falhas por parte das autoridades espanholas no respeito das medidas para o bem-estar animal nas embarcações Elbeik e Karim Allah.
    LER MAIS
    Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Novo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas rejeitado pelos Verdes/ALE em PECH

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro votou hoje contra o acordo sobre o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA) que foi aprovado pela Comissão das Pescas (PECH).
    LER MAIS
    Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Guerreiro vota a favor de INI sobre impacto do lixo marinho

    Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021
    Hoje, na Comissão das Pescas (PECH), Francisco Guerreiro (Verdes/ALE) votou a favor deste importante relatório de iniciativa (INI) sobre o impacto do lixo marinho nas pescas. Este relatório, para o qual o eurodeputado foi relator-sombra, deve ser aprovado, mais tarde, em Sessão Plenária no Parlamento Europeu.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • Francisco Guerreiro desafia Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o RBI

    Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro, Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), incentivou hoje a instituição europeia do Comité das Regiões a pronunciar-se sobre o Rendimento Básico Incondicional (RBI).
    LER MAIS
    Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva
  • Ambiente
  • Guerreiro pede à UNESCO que trave destruição da Laurissilva

    Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro pede à UNESCO que impeça a intenção de pavimentar quase 10 quilómetros na floresta Laurissilva.
    LER MAIS
    Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol
  • Igualdade de género
  • Guerreiro pede a Presidente da FIFA que seja garantida a igualdade de género no Mundial de Futebol

    Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2021
    Vários eurodeputados expressaram uma forte preocupação com a realização do Campeonato Mundial de Futebol de 2022 no Qatar, nomeadamente, devido às restrições aos direitos das mulheres aplicadas neste país.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro e 64 outros eurodeputados apelam à suspensão do Acordo comercial com o Mercosul
  • Acordos comerciais
  • Francisco Guerreiro e 64 outros eurodeputados apelam à suspensão do Acordo comercial com o Mercosul

    Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2021
    Francisco Guerreiro reuniu outros 64 eurodeputados para pedir a suspensão do Acordo Comercial com o Mercosul durante a Presidência Portuguesa da União Europeia.
    LER MAIS
    Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares
  • Saúde
  • Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares

    Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
    Sob iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE), Membros do Parlamento Europeu querem acabar com o uso indevido da palavra ‘natural’ em produtos alimentares, pedindo à Comissão Europeia (CE) que a legislação alimentar da União Europeia defina o que pode ser considerado como um alimento ‘natural’.
    LER MAIS
    Verdes apelam ao acesso global e equitativo das vacinas da Covid-19
  • Covid-19
  • Saúde
  • Sessão Plenária
  • Verdes/ALE
  • Verdes apelam ao acesso global e equitativo das vacinas da Covid-19

    Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
    O Grupo Parlamentar Verdes/ALE pede um acesso global e equitativo à vacina da Covid-19, um aumento massivo e apoio governamental para a sua produção, uma estratégia de contenção europeia, levantamento temporário de direitos de patentes, divulgação de contratos com fabricantes de vacinas e sistemas europeus procedimentos abrangentes para testar as mutações do vírus. Tudo com carácter de urgência.
    LER MAIS
    Fim da exploração de petróleo e gás offshore na UE
  • Ambiente
  • Fim da exploração de petróleo e gás offshore na UE

    Segunda-feira, 08 de Fevereiro de 2021
    Membros do Parlamento Europeu, entre os quais Francisco Guerreiro (Verdes/ALE), exortam a Comissão Europeia a rever da Diretiva de Segurança Offshore, nomeadamente, no sentido de responsabilizar os Estados-Membros por acidentes offshore.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?