Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares

Guerreiro quer impedir uso enganoso do termo 'natural' em produtos alimentares

  • Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021

  •      A+  A-

Bruxelas, 10 de fevereiro de 2021 – Sob iniciativa do eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/ALE), Membros do Parlamento Europeu querem acabar com o uso indevido da palavra ‘natural’ em produtos alimentares, pedindo à Comissão Europeia (CE) que a legislação alimentar da União Europeia defina o que pode ser considerado como um alimento ‘natural’. 

O Regulamento sobre alegações naturais e de saúde alimentos (No 1924/2006) menciona explicitamente que os critérios de rotulagem de alimentos destinam-se a "evitar situações em que as alegações nutricionais ou de saúde escondam o estatuto nutricional geral de um alimento, o que pode induzir os consumidores em erro ao tentarem efetuar escolhas saudáveis no contexto de um regime alimentar equilibrado".

No entanto, numa carta enviada à Comissária para a Saúde e Segurança Alimentar, Stella Kyriakides, os eurodeputados argumentam que o regulamento não está a ser respeitado uma vez que são comercializados produtos com a menção ‘natural’ que contêm substâncias químicas sintéticas e que estão longe de serem consideradas "naturais”.

"Vamos ao supermercado e vemos embalagens que apresentam um rótulo por vezes feito com papel reciclado, e por outras até com desenhos de folhas, e isto leva a que o consumidor associe o produto a algo incontestavelmente bom para a saúde, de baixa pegada ecológica e até biológico. Em cima disto, e mais grave, é o facto de as marcas inscreverem a palavra 'natural' no rótulo. Mas na ausência de regulamentação que defina o que é um produto natural, é óbvio que as marcas vão abusar desta designação. O consumidor acaba por confiar no rótulo porque, por sua vez, confia que a UE está a salvaguardar os seus interesses neste caso – mas não o está, e é por isso que enviamos esta carta", justificou Francisco Guerreiro. 

Assim, em colaboração com a Safe Food Advocacy Europe (SAFE), os subscritores desta carta exortam a CE a garantir que a legislação alimentar da UE estabeleça critérios para a utilização do termo “natural” nos rótulos para garantir uma informação adequada aos consumidores. Pedem também que informações como a origem dos ingredientes e a real composição dos produtos sejam facilmente reconhecíveis pelos consumidores e que produtos com etiqueta ‘natural’ não contenham Organismos Geneticamente Modificados ou substâncias químicas sintéticas e sejam 100% biodegradáveis.

 

Consulta a carta na íntegra, em inglês, abaixo.

Vê a resposta da Comissária igualmente abaixo.

Leia o documento em formato PDF
Leia o documento em formato PDF

Partilhar artigo

A ler também...

Eurodeputados pretendem saber quais as medidas da Comissão para incentivar a transição urgente para proteínas vegetais
  • Guerra na Europa
  • Eurodeputados pretendem saber quais as medidas da Comissão para incentivar a transição urgente para proteínas vegetais

    Quinta-feira, 30 de Junho de 2022
    A guerra na Ucrânia afetou gravemente as importações de recursos agrícolas estratégicos, incluindo culturas e fertilizantes. Eurodeputados pretendem saber quais as medidas da Comissão para incentivar a transição urgente para proteínas vegetais
    LER MAIS
    Renovação do mandato do perito independente das Nações Unidas em matéria de proteção contra a violência e a discriminação com base na orientação sexual e na identidade de género
  • LGBTI
  • Renovação do mandato do perito independente das Nações Unidas em matéria de proteção contra a violência e a discriminação com base na orientação sexual e na identidade de género

    Quinta-feira, 30 de Junho de 2022
    Vários eurodeputados, incluindo Francisco Guerreiro, pedem garantias para a coesão da UE no CDH, e pretendem saber como será o critério para a renovação do mandato do perito independente das Nações Unidas em matéria de proteção contra a violência e a discriminação com base na orientação sexual e na identidade de género
    LER MAIS
    Eurodeputados pedem Tolerância zero em relação ao trabalho infantil no setor comercial da UE
  • Geral
  • Eurodeputados pedem Tolerância zero em relação ao trabalho infantil no setor comercial da UE

    Quinta-feira, 30 de Junho de 2022
    Mais de trinta Eurodeputados, incluindo Francisco Guerreiro, questionaram a Comissão e pedem tolerância zero em relação ao trabalho infantil no setor comercial da UE.
    LER MAIS
    Antimicrobianos ou grupos de antimicrobianos reservados para o tratamento de certas infecções em humanos
  • Geral
  • Antimicrobianos ou grupos de antimicrobianos reservados para o tratamento de certas infecções em humanos

    Quinta-feira, 23 de Junho de 2022

    LER MAIS
    Objeção nos termos da Regra 112 (2) e (3): Milho geneticamente modificado DP4114 × MON 810 × MIR604 × NK603 e milho geneticamente modificado combinando dois ou três dos eventos únicos DP4114, MON 810, MIR604 e NK603
  • Geral
  • Objeção nos termos da Regra 112 (2) e (3): Milho geneticamente modificado DP4114 × MON 810 × MIR604 × NK603 e milho geneticamente modificado combinando dois ou três dos eventos únicos DP4114, MON 810, MIR604 e NK603

    Quinta-feira, 23 de Junho de 2022

    LER MAIS
    Objeção de acordo com a Regra 112(2) e (3): Milho geneticamente modificado NK603 × T25 × DAS-40278-9 e sua subcombinação T25 × DAS-40278-9 (B9-0326/2022)
  • Geral
  • Objeção de acordo com a Regra 112(2) e (3): Milho geneticamente modificado NK603 × T25 × DAS-40278-9 e sua subcombinação T25 × DAS-40278-9 (B9-0326/2022)

    Quinta-feira, 23 de Junho de 2022

    LER MAIS
    Exploração ilegal de madeira na UE
  • Geral
  • Exploração ilegal de madeira na UE

    Quinta-feira, 23 de Junho de 2022

    LER MAIS
    Apoio temporário excecional ao abrigo do FEADER em resposta ao impacto da invasão da Ucrânia pela Rússia
  • Guerra na Europa
  • Apoio temporário excecional ao abrigo do FEADER em resposta ao impacto da invasão da Ucrânia pela Rússia

    Quinta-feira, 23 de Junho de 2022

    LER MAIS
    Relatório sobre a proposta de diretiva do Parlamento Europeu e do Conselho que altera a Diretiva 2003/87/CE, relativa à criação de um sistema de comércio de licenças de emissão de gases com efeito de estufa na União, a Decisão (UE) 2015/1814, relativa à criação e ao funcionamento de uma reserva de estabilização do mercado para o regime de comércio de licenças de emissão de gases com efeito de estufa da União, e o Regulamento (UE) 2015/757
  • Alterações Climáticas
  • Relatório sobre a proposta de diretiva do Parlamento Europeu e do Conselho que altera a Diretiva 2003/87/CE, relativa à criação de um sistema de comércio de licenças de emissão de gases com efeito de estufa na União, a Decisão (UE) 2015/1814, relativa à criação e ao funcionamento de uma reserva de estabilização do mercado para o regime de comércio de licenças de emissão de gases com efeito de estufa da União, e o Regulamento (UE) 2015/757

    Quinta-feira, 23 de Junho de 2022

    LER MAIS
    Relatório sobre a proposta de regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho que cria o Fundo Social para a Ação Climática
  • Alterações Climáticas
  • Relatório sobre a proposta de regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho que cria o Fundo Social para a Ação Climática

    Quinta-feira, 23 de Junho de 2022

    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?