Guerreiro pergunta à Comissão se projeto Valtreixal é compatível com Estratégia de Biodiversidade da UE

Guerreiro pergunta à Comissão se projeto Valtreixal é compatível com Estratégia de Biodiversidade da UE

  • Quarta-feira, 21 de Abril de 2021

  •      A+  A-

Bruxelas, 21 de abril de 2021 – O eurodeputado dos Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), Francisco Guerreiro, questionou a Comissão Europeia (CE) sobre o projeto de mineração Valtreixal no sentido de averiguar se este é compatível com a Estratégia Europeia para a Biodiversidade e com a Rede Natura 2000. 

Consulta a pergunta e respetiva resposta da CE abaixo.

 

Assunto:  Projeto de mineração Valtreixal e Natura 2000

O projeto Valtreixal é uma mina a céu aberto de tungstênio e estanho que cobrirá uma área de 250 hectares. O projeto mineiro, localizado a 5km da fronteira com Portugal, prevê a utilização de toneladas de dinamite, a construção de uma linha de alta tensão de 10 km e uma unidade de processamento, o trânsito diário de dezenas de veículos pesados ​​bem como o armazenamento e despejo de resíduos perigosos. Essas atividades terão inevitavelmente impactos transfronteiriços na paisagem, na biodiversidade, na qualidade do ar e da água, destruindo a flora e o habitat da vida selvagem. 

O rio Calabor, quando chega a Portugal, é denominado "Ribeira de Aveleda", que por sua vez desagua no rio “Sabor”, passando por exemplo por Bragança. As consequências prováveis ​​do projeto mineiro proposto poderão afetar estes territórios, nomeadamente, o Parque Natural de Montesinho, área também protegida a nível europeu no âmbito da rede Natura 2000. 

• A Comissão verificou a compatibilidade destas atividades extrativas com a designação da(s) área(s)? Também é compatível com a Estratégia de Biodiversidade? 

• Pode a Comissão intervir caso o governo português dê uma opinião negativa na sequência da avaliação de impacto ambiental transfronteiriço?

Resposta da CE

O artigo 4.º da Diretiva-Quadro Água (DQA)[1] exige que os Estados-Membros tomem as medidas necessárias para evitar a deterioração de todas as massas de águas de superfície, bem como para proteger, melhorar e recuperar todas as massas de águas de superfície, com o objetivo de alcançar um «bom estado»[2]. Na sua avaliação de 2019 dos segundos planos de gestão das bacias hidrográficas[3], a Comissão instou a Espanha e Portugal a tomarem medidas para melhorar a aplicação da DQA.

A Estratégia de Biodiversidade da UE[4] e as subsequentes conclusões do Conselho sobre a biodiversidade[5] salientam a necessidade de melhorar a aplicação da legislação ambiental da UE. No que se refere ao possível impacto do projeto na zona especial de conservação de Montesinho/Nogueira ao abrigo da Diretiva Habitats[6], o artigo 6.º, n.º 3, desta exige que um projeto não relacionado com a gestão do sítio, mas suscetível de afetar esse sítio de forma significativa, individualmente ou em conjugação com outros planos ou projetos, seja submetido a uma avaliação adequada das suas incidências no sítio. 

A Diretiva Avaliação de Impacto Ambiental (AIA)[7] inclui explicitamente disposições sobre as consultas transfronteiras e estabelece que os resultados dessas consultas devem ser devidamente tidos em conta no processo de aprovação. A autorização de projetos é da competência dos Estados-Membros e a diretiva não prevê a possibilidade de intervenção por parte da Comissão. Um parecer negativo de Portugal não vincula as autoridades espanholas, embora estas o devam ter em conta. Com base nas informações disponíveis, a Comissão não tem elementos de prova que permitam concluir que a legislação da UE acima referida foi violada. No entanto, as pessoas ou organizações em causa podem contestar as decisões das autoridades ambientais junto dos tribunais nacionais. 



[1] Diretiva 2000/60/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 23 de outubro de 2000, que estabelece um quadro de ação comunitária no domínio da política da água (JO L 327, de 22.12.2000).

[2] De acordo com as informações comunicadas em 2016, ao abrigo da Diretiva-Quadro Água, por Espanha e Portugal, correspondentes aos 2.osplanos de gestão da bacia hidrográfica do Douro, o estado ecológico do rio Calabor é moderado, sendo bom o da ribeira de Aveleda. O estado químico é bom em ambos os casos. Quanto às cinco massas de água que constituem o rio Sabor, o estado ecológico é bom em três e moderado em duas, ao passo que o estado químico é bom numa massa de água e desconhecido em quatro.

[4] Comunicação da Comissão ao Parlamento Europeu, ao Conselho, ao Comité Económico e Social Europeu e ao Comité das Regiões, «Estratégia de Biodiversidade da UE para 2030 - Trazer a natureza de volta às nossas vidas», [COM(2020) 380 final].

[5] https://data.consilium.europa.eu/doc/document/ST-11829-2020-INIT/en/pdf

[6] Diretiva 92/43/CEE do Conselho, de 21 de maio de 1992, relativa à preservação dos habitats naturais e da fauna e da flora selvagens (JO L 206 de 22.07.1992).

[7] Diretiva 2011/92/UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 13 de dezembro de 2011, relativa à avaliação dos efeitos de determinados projetos públicos e privados no ambiente (JO L 26 de 28.1.2012, p. 1), com a redação que lhe foi dada pela Diretiva 2014/52/UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 16 de abril de 2014 (JO L 124 de 25.4.2014, p. 1).


Partilhar artigo

A ler também...

EXCLUSIVO: 76% dos portugueses concorda com a implementação do RBI
  • Rendimento Básico Incondicional
  • EXCLUSIVO: 76% dos portugueses concorda com a implementação do RBI

    Quarta-feira, 13 de Outubro de 2021
    Um estudo da Marktest, encomendado pelo eurodeputado Francisco Guerreiro, revela que 76% dos portugueses são favoráveis à implementação de um Rendimento Básico Incondicional.
    LER MAIS
    Intergrupo de Bem-Estar Animal pede fim de matança de golfinhos
  • Animais
  • Intergrupo de Bem-Estar Animal pede fim de matança de golfinhos

    Quarta-feira, 13 de Outubro de 2021
    Eurodeputados do Intergrupo de Bem-Estar animal enviaram uma carta do Governo Dinamarquês com um apelo para que acabe com a matança de golfinhos, como aquela a que se assistiu recente, nas Ilhas Faroé.
    LER MAIS
    Tubarão-anequim: Francisco Guerreiro pede que Portugal assuma compromisso pela biodiversidade
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Tubarão-anequim: Francisco Guerreiro pede que Portugal assuma compromisso pela biodiversidade

    Quarta-feira, 13 de Outubro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro (Verdes/Aliança Livre Europeia) enviou uma carta ao Ministro do Mar de Portugal sobre as populações de tubarão-anequim em perigo de extinção e as negociações que estão a decorrer entre a União Europeia e os Estados Membros.
    LER MAIS
    Eurodeputados preocupados com rapidez das negociações de Acordo de Associação UE-Chile
  • Acordos bilaterais
  • Eurodeputados preocupados com rapidez das negociações de Acordo de Associação UE-Chile

    Domingo, 10 de Outubro de 2021
    Um grupo de 36 eurodeputados, no qual se inclui Francisco Guerreiro, enviou uma carta à Comissão Euroepia na qual manisfesta a sua grande preocupação pela rapidez com que decorrem as negociações em curso sobre a modernização do Acordo de Associação UE-Chile.
    LER MAIS
    A Implantação da República e os Pandora Papers
  • Economia
  • A Implantação da República e os Pandora Papers

    Terça-feira, 05 de Outubro de 2021
    O Parlamento Europeu (PE) vai debater esta quarta-feira à tarde, dia 6 de Outubro, o caso "Pandora Papers", uma investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ) que divulgou, nas últimas horas, casos de evasão fiscal e lavagem de dinheiro que envolvem mais de 330 políticos em 90 países e territórios.
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro participa no evento No Animal Left Behind
  • Animais
  • Francisco Guerreiro participa no evento No Animal Left Behind

    Segunda-feira, 04 de Outubro de 2021
    O eurodeputado Francisco Guerreiro participou no evento "No Animal Left Behind" do "Eurogrupo for Animals"
    LER MAIS
    Francisco Guerreiro visita fábrica de alheiras vegetarianas
  • Agricultura, Mar e Florestas
  • Francisco Guerreiro visita fábrica de alheiras vegetarianas

    Segunda-feira, 20 de Setembro de 2021
    O eurodeputado dos Verdes/Aliança Livre Europeia, Francisco Guerreiro, visitou hoje a fábrica de alheiras da EuroFumeiro, em Mirandela, para conhecer o processo de produção de alheiras vegetarianas.
    LER MAIS
    Parlamento Europeu pede redução concreta e coordenada de testes em animais
  • Animais
  • Parlamento Europeu pede redução concreta e coordenada de testes em animais

    Quinta-feira, 16 de Setembro de 2021
    Foi hoje aprovada na sessão plenária de Estrasburgo uma resolução do Parlamento Europeu (PE) "sobre os planos e as ações para acelerar a transição para a inovação sem recurso à utilização de animais na investigação, nos ensaios regulamentares e na educação", com 667 votos favor, 4 contra, 16 abstenções.
    LER MAIS
    Sessão Plenária: Relatório que contém recomendações à Comissão sobre a inclusão da violência com base no género nos domínios de criminalidade
  • Geral
  • Sessão Plenária: Relatório que contém recomendações à Comissão sobre a inclusão da violência com base no género nos domínios de criminalidade

    Quarta-feira, 15 de Setembro de 2021
    Vê aqui as declarações de voto de Francisco Guerreiro para a sessão plenária de 13 a 17 de setembro de 2021.
    LER MAIS
    Sessão Plenária: Direitos LGBTI na União Europeia
  • Geral
  • Sessão Plenária: Direitos LGBTI na União Europeia

    Quarta-feira, 15 de Setembro de 2021
    Vê aqui as declarações de voto de Francisco Guerreiro para a sessão plenária de 13 a 17 de setembro de 2021.
    LER MAIS

    mais notícias

    Não encontras o que procuras?