Jornal Económico: 'Eurodeputado português pede a Donald Trump que conceda perdão presidencial a Edward Snowden'

Jornal Económico: 'Eurodeputado português pede a Donald Trump que conceda perdão presidencial a Edward Snowden'

  • Sábado, 22 de Agosto de 2020

  •      A+  A-

Francisco Guerreiro é um dos 26 subscritores de uma carta-aberta que apoia a intenção admitida pelo presidente dos Estados Unidos de conceder o perdão presidencial ao ex-consultor da CIA que revelou em 2013 a forma como a NSA e outras agências vigiam as comunicações de milhões de pessoas em todo o mundo.

O eurodeputado português Francisco Guerreiro é um dos 26 membros do Parlamento Europeu que assinaram uma carta-aberta em que pedem ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que conceda o perdão presidencial a Edward Snowden. O antigo consultor da CIA encontra-se retido na Rússia desde 23 de junho de 2013, evitando ser preso pelas autoridades norte-americanas por ter revelado a forma como a agência federal NSA e outras entidades que lhe estão associadas conseguem vigiar as comunicações de milhões de pessoas, empresas e governos em todo o mundo.

Na sequência de declarações recentes de Trump em que o presidente norte-americano admitiu a possibilidade de perdoar Edward Snowden, sobre o qual recaem acusações de traição ao abrigo da Lei de Espionagem, bem como de furto de bens do governo federal, o que permitiria o seu regresso aos Estados Unidos, os 26 eurodeputados exprimem “total apoio” ao eventual perdão presidencial. E realçam que o ex-consultor da CIA revelou a “potencial ameaça aos direitos de americanos e estrangeiros” devido ao nível de vigilância do governo dos Estados Unidos.

“Este caso sublinhou o papel crucial dos denunciantes na proteção de direitos fundamentais e na preservação dos nossos princípios democráticos. O nosso objetivo comum de construirmos uma sociedade transparente e responsável sai violado de cada vez que se acusa judicialmente quem coloca o interesse público acima do seu bem-estar e segurança pessoal”, lê-se na carta assinada por Francisco Guerreiro, na qual é recordado que já em 2015 o Parlamento Europeu exigiu que Snowden fosse protegido e apelou a que todos os Estados-membros para desistirem de qualquer acusação pendente e garantirem proteção, evitando que possa ser extraditado ou capturado e levado para o país natal.

Apesar das intenções de Trump, que há alguns casos se referiu a Snowden como “um espião que deveria ser executado”, o procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, garantiu à Associated Press que se irá opor a qualquer tentativa de perdão presidencial. “As informações que ele forneceu aos nossos adversários prejudicaram muito a segurança do povo norte-americano”, disse o responsável, ainda que o consultor da CIA, agora com 37 anos, ter ficado conhecido por revelar aos jornalistas Glenn Greenwald, Laura Poitras e Ewen MacAskill milhares de documentos classificados da NSA, o que deu origem a uma série de artigos nos jornais “The Guardian” e “The Washington Post”.

Além do eurodeputado eleito pelo PAN – Pessoas, Animais, Natureza, mas que atualmente tem estatuto de independente dentro do grupo dos Verdes-Aliança Livre Europeia, o documento foi assinado por três vice-presidentes do Parlamento Europeu – o checo Marcel Kolaja (do Partido Pirata), a finlandesa Heidi Hautala (da Liga Verde) e o italiano Fabio Castaldo (eleito pelo Movimento 5 Estrelas, mas com estatuto de não inscrito) – e pelos ex-governantes catalães Carles Puigdemont, Antoni Comín e Clara Ponsati, eleitos depois de fugirem do seu país, evitando ser detidos e julgados pelo estado espanhol pelo envolvimento no referendo não reconhecido por Madrid que conduziu à declaração de independência da Catalunha a 27 de outubro de 2017.

 

Lê a notícia aqui.


Partilhar artigo

A ler também...

RTP: 'Duas centenas na rua em Lisboa em greve climática apartidária, mas com partidos'
  • RTP
  • RTP: 'Duas centenas na rua em Lisboa em greve climática apartidária, mas com partidos'

    Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    Diário de Notícias: 'Duas centenas na rua em Lisboa com partidos à mistura'
  • Diário de Notícias
  • Diário de Notícias: 'Duas centenas na rua em Lisboa com partidos à mistura'

    Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    Sapo 24: 'A geração mais jovem está a fazer barulho. Centenas na rua em Lisboa e no Porto em greve climática'
  • Sapo 24
  • Sapo 24: 'A geração mais jovem está a fazer barulho. Centenas na rua em Lisboa e no Porto em greve climática'

    Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    TVI: 'Centenas de jovens manifestaram-se pelo clima'
  • TVI
  • TVI: 'Centenas de jovens manifestaram-se pelo clima'

    Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    Amigos da Terra Brasil: 'Acordo Mercosul–União Europeia: um acordo verde?'
  • Amigos da Terra Brasil
  • Amigos da Terra Brasil: 'Acordo Mercosul–União Europeia: um acordo verde?'

    Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    RTP: 'Telejornal'
  • RTP
  • RTP: 'Telejornal'

    Domingo, 19 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    Noticias RTV: 'Autoridades locales: Volt dice que es «mal tono» que el PRR se utilice para propaganda electoral'
  • Noticias RTV
  • Noticias RTV: 'Autoridades locales: Volt dice que es «mal tono» que el PRR se utilice para propaganda electoral'

    Domingo, 19 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    Visão: 'Quem é Cristina Rodrigues, a deputada influencer'
  • Visão
  • Visão: 'Quem é Cristina Rodrigues, a deputada influencer'

    Domingo, 19 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    RTP Notícias: 'Volt diz ser de mau tom que PRR seja utilizado para propaganda eleitoral'
  • RTP Notícias
  • RTP Notícias: 'Volt diz ser de mau tom que PRR seja utilizado para propaganda eleitoral'

    Sábado, 18 de Setembro de 2021

    LER MAIS
    Notícias ao Minuto: 'Volt diz ser de mau tom utilizar PRR para propaganda eleitoral'
  • Notícias ao Minuto
  • Notícias ao Minuto: 'Volt diz ser de mau tom utilizar PRR para propaganda eleitoral'

    Sábado, 18 de Setembro de 2021

    LER MAIS

    mais notícias